COMPARTILHE
Um incêndio industrial ocorrido em Felgueiras numa fábrica de calçado provocou a intoxicação, por inalação de fumo, de 15 trabalhadores, seis dos quais foram transportados para o hospital de Penafiel, disse fonte dos bombeiros.

Um incêndio industrial ocorrido hoje em Felgueiras numa fábrica de calçado provocou a intoxicação, por inalação de fumo, de 15 trabalhadores, seis dos quais foram transportados para o hospital de Penafiel, disse fonte dos bombeiros.

Hugo Ribeiro, segundo comandante da corporação de Felgueiras, disse à Lusa que um funcionário da empresa sofreu queimaduras ligeiras numa mão, o que obrigou a assistência hospitalar.

A equipa da viatura médica de emergência (VMER) de Guimarães assistiu no local nove trabalhadores que apresentavam sintomas por inalação de fumo.

A empresa, designada Tecopel, situa-se junto do acesso à autoestrada A11, na freguesia de Revinhade.

O alerta para o incêndio ocorreu às 15:08. À chegada ao local, os bombeiros encontraram fogo num sistema de exaustão de uma linha de montagem. Segundo Hugo Ribeiro, a situação foi rapidamente resolvida pela intervenção dos bombeiros, o que permitiu evitar que o incêndio se propagasse.

O segundo comandante acrescentou que os danos nas instalações se limitaram àquele local, pelo que a empresa reúne condições para continuar a trabalhar.

Para o local foram mobilizadas 17 viaturas das corporações de Felgueiras e da Lixa e 36 operacionais.

Hugo Ribeiro disse à Lusa ser cada vez mais frequente este tipo de ocorrência nas empresas de Felgueiras, mas sublinhou que, na maioria dos casos, uma rápida intervenção, por vezes até dos trabalhadores, que recebem formação nesse sentido, impede que o incêndio ganhe outras proporções.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA