COMPARTILHE

Três famílias de refugiados sírios embarcaram no avião que vai levar o papa Francisco de regresso ao Vaticano depois de uma visita à ilha grega de Lesbos, informou o Vaticano.

Três famílias de refugiados sírios embarcaram no avião que vai levar o papa Francisco de regresso ao Vaticano depois de uma visita à ilha grega de Lesbos, informou o Vaticano.

“O papa quis ter um gesto de acolhimento para os refugiados”, levando no avião para Roma “três famílias de refugiados da Síria, 12 pessoas no total, incluindo seis crianças”, informou o Vaticano num comunicado.

As famílias são de confissão muçulmana, duas oriundas de Damasco e outra de Deir Ezzor, cidade síria localizada nos territórios controlados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Segundo os ‘media’ italianos, os refugiados, entre os quais há crianças, vão ser acolhidos pela comunidade de Santo Egídio.

O avião papal partiu do aeroporto da capital de Lesbos, Mitilene, às 15:15 locais (13:15 em Lisboa) e deverá aterrar em Roma às 16:30 locais (15:30 em Lisboa).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA