“PSD manteve Panamá na lista de paraísos fiscais”

“PSD manteve Panamá na lista de paraísos fiscais”

197
0
COMPARTILHE
Social-democrata deixa esclarecimentos aos “blogues anónimos, que antes até eram pagos pelo governo Sócrates e que agora são gente supostamente importante”.

Através das redes sociais, Duarte Marques reage a uma notícia do Expresso, relativa à vontade que os partidos têm em mudar a lei para evitar réplicas do Panama Papers. Ou seja, acabar de vez com os paraísos fiscais.

A mensagem que deixa, avisa, é desde logo aos “infelizes” que diz esconderem-se “e deturpar a verdade através de blogues anónimos, que antes até era pagos pelo governo Sócrates e que agora são gente supostamente importante”.

Segue-se a enumeração de factos que evocam o passado e a maneira como o PSD, enquanto foi Governo, quis lidar com os offshores. “Em 2014 o Governo de Passos Coelho fez um aditamento no OE onde mantinha o Panamá na lista de paraísos fiscais”, começa por lembrar Duarte Marques.

Além de referir o Panamá como um paraíso fiscal, o social-democrata frisa que “o PSD agravou também os impostos para rendimentos de capital com origem em paraísos fiscais (retenção na fonte de IRS passou de 21,5% para 30%, no Orçamento do Estado para 2012)”.

Esse reforço da fiscalização e tributação, sublinha, não foi feito apenas a nível nacional. “o Governo liderado pelo PSD trabalhou com a Comissão Europeia em diretivas para melhorar a troca de informações entre as autoridades tributárias dos Estados-membros que entra em vigor em 2017”, termina o social-democrata na suapágina no Facebook.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA