COMPARTILHE

Este pai fez justiça pelas próprias mãos. O progenitor teve conhecimento de que um adolescente, seu vizinho, tinha tentado violar a sua bebé de sete meses e por isso, atou-o a uma árvore e cortou-lhe as mãos com uma catana.

A violação foi impedida pela mãe da menina, noticia o Mirror. O pai jurou vingança depois de o rapaz de 17 anos ter aparecido em tribunal. Mas fingiu perdoá-lo e aceitou que fosse paga uma compensação para que o castigo do adolescente fosse reduzido.

Contudo, depois de o jovem ser libertado, o homem ofereceu-se para levá-lo, de bicicleta, até sua casa na vila Muktsa Kotli Ablu, Índia, onde vivem os dois. A meio da viagem, parou e atacou o adolescente a uma árvore. De seguida, fugiu e deixou o jovem num local abandonado, a gritar por ajuda.

Residentes acabaram por encontrar o rapaz e chamaram a ambulância. O seu estado de saúde é crítico.

O pai da bebé está em fuga e é procurado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA