Os amigos desentendem-se

Os amigos desentendem-se

701
0
COMPARTILHE

opiniao diretor

O futebol tem destas coisas. No passado domingo, jogou-se a final da Taça “A Lousadense”, estando reunidas todas as condições para ser uma verdadeira festa do futebol: muitos adeptos, uma boa organização, duas equipas que nunca tinham ganhado um troféu .

O jogo em si foi bem disputado e, independentemente de quem viesse a ser o vencedor, até ao fim nada fazia prever o que viria a acontecer.

De um momento para outro, após uma decisão do árbitro no período complementar, deu-se o início de uma verdadeira batalha campal entre as duas equipas, como poderá visualizar nas imagens incluídas neste artigo.

Eu fiquei na dúvida se deveria ou não incluir estas imagens, mas após receber o press da própria organização (AFA Lousada), verifiquei que a mesma se esqueceu de mencionar o que aconteceu no fim do jogo, contrariando dessa forma o que escrevi para este órgão logo após o fim da partida: ” A lamentar alguns distúrbios entre jogadores de ambas as equipas no período complementar do jogo, distúrbios esses que obrigaram o árbitro a terminar a partida.”.

Por esta razão, não poderia proceder de outra forma, pois os leitores lousadenses devem saber a verdade e estes atos lamentáveis não deveriam ter existido.

Sei que a organização é alheia a estes problemas e aceito que este tipo de situações coloque em causa todo um esforço para que tudo corresse bem. A própria final assemelhava-se a uma final de primeira liga, mas, na minha opinião, não se deve fechar os olhos a este tipo de situações, devemos sim enfrentar de frente os problemas e responsabilizar aqueles que os originaram.

No final na conferência de imprensa, alguém referiu que são amigos e que no fim todos continuarão amigos. É pena o desentendimento, pois uma Grande Festa não se estraga assim.

O diretor,

José Ferreira

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA