COMPARTILHE

As mulheres representam quase metade da força de trabalho em Portugal, passando de 40 para 49 por cento nos últimos 30 anos, com os homens a descerem de 60 para 51 por cento, segundo dados hoje divulgados.

A propósito do Dia do Trabalhador, que hoje se comemora, o portal estatístico Pordata, da Fundação Francisco Manuel dos Santos, cruzou números de 1986 e 2015 e demonstra que o setor primário perdeu quase um terço dos empregados, que aumentou o trabalho a tempo parcial e diminuiu o número de trabalhadores por conta própria.

Hoje o país tem mais 260 mil empregados do que há 30 anos, 4,548 milhões contra os 4,289 milhões em 1996, começa por lembrar a Pordata, acrescentando que se a população empregada em Portugal fosse de 100 pessoas seriam 51 homens e 49 mulheres, quando há 30 anos eram 60 homens e 40 mulheres.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA