COMPARTILHE

Marcelo Rebelo de Sousa disse hoje, dia 2 de maio, estar “tranquilo” em relação à avaliação das contas nacionais por Bruxelas e recusou o “desporto nacional” que coloca a “cada esquina uma constitucionalista/economista” a comentar essa matéria.

Questionado pelos jornalistas em Roma sobre possíveis sanções da Comissão Europeia a Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa referiu que atualmente na ordem do dia está o encerramento das contas de 2015 e que sobre essa matéria está «tranquilo».

«Depois haverá daqui as uns dias uma apreciação da perspetiva a quatro anos. Vamos esperar por isso, não vamos fazer o desporto, que é o desporto nacional que depois de em cada esquina ter havido um constitucionalista, agora em cada esquina há um constitucionalista/economista», afirmou no final de uma visita em Roma.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA