Administradores da CGD apresentaram a demissão

Administradores da CGD apresentaram a demissão

122
0
COMPARTILHE

Liderança de José de Matos bateu com a porta ainda antes de ser nomeada uma nova equipa de gestão para o banco público. Informação foi confirmada ao Economia ao Minuto pelo Ministério das Finanças.

O Governo já tinha anunciado a chegada de uma nova administração à Caixa Geral de Depósitos, mas ainda antes do processo de nomeação estar concluído, o Ministério das Finanças recebeu os pedidos de demissão dos atuais gestores máximos do banco público.

A equipa de José de Matos esteve em ‘pé de guerra’ com o governo PSD/CDS-PP e a tensão manteve-se após a transição para a liderança do atual Executivo socialista, acabando por forçar a saída. De acordo com o Público, a atual administração responsabilizou o Governo do PS pela incerteza em torno da Caixa, assumindo não ter condições para manter as funções num mandato que já terminou no final do ano passado.

Em declarações ao Economia ao Minuto, o Ministério das Finanças confirmou ter recebido uma carta de demissão conjunta da administração, mas assegura que os gestores “ficam em funções até serem substituídos”. “Não vai haver nenhuma ausência de administração na CGD”, frisa o Ministério.

As notícias surgem no mesmo dia em que toma posse a polémica Comissão de Inquérito à gestão da CGD, requisitada pela oposição devido às alegadas necessidades de liquidez acima do esperado da Caixa Geral de Depósitos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA