PEN Clube divulga os finalistas dos Prémios de Poesia, Ensaios e Narrativas

PEN Clube divulga os finalistas dos Prémios de Poesia, Ensaios e Narrativas

397
0
COMPARTILHE

Ana Margarida de Carvalho, Ana Teresa Pereira, Ernesto Rodrigues, Francisco Sousa Vieira e Mafalda Ivo Cruz são os finalistas, no âmbito da Narrativa, ao prémio PEN Clube, que também divulgou hoje os candidatos de Ensaio e Poesia.

A escritora Ana Margarida de Carvalho é um dos cinco finalistas, com o livro “Não se Pode Morar nos Olhos de Um Gato”, que lhe garantiu o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores (APE), anunciado na quarta-feira, e a nomeação para o Prémio Oceanos de literatura, no Brasil, na terça-feira passada.

A romancista Ana Teresa Pereira, com o livro “Karen”, e Mafalda Ivo Cruz, com a obra “Pequena Europa”, que também foram finalistas do Grande Prémio da APE, relativo a edições de 2016, são outras nomeadas para o Prémio PEN Clube de narrativa, à semelhança de Ernesto Rodrigues, autor de “Uma Bondade Perfeita”, e Francisco Sousa Vieira, que escreveu “Os Homens que os Pássaros Comem”.

No âmbito da Poesia, os cinco autores candidatos ao Prémio PEN são: António Carlos Cortez, com “Animais Feridos”, Fernando Pinto do Amaral, com “Manual de Cardiologia”, João Rui de Sousa, com “Ardorosa Súmula”, Maria João Cantinho, com “Do ínfimo”, e Rui Lage, responsável pelo livro “Estrada Nacional”.

Dentro da área de Ensaios, foram reconhecidos os trabalhos dos académicos Fernando Azevedo, pela obra “Arte Portuguesa no Século XX – Uma História Crítica”, Eduarda Neves, com o livro “O Auto Retrato: Fotografia e Subjetivação”, Pedro Eiras, com uma compilação de textos, intitulada “Constelações 2: Ensaios Comparatistas”, e Rui Miguel Mesquita, com o estudo “A Situação e a Substância: Cinco Ensaios sobre a Ficção de Virginia Woolf e de Maria Velho da Costa”.

A estas obras junta-se ainda a versão concluída da tese de doutoramento do dramaturgo José Maria Vieira Mendes, sob o título “Uma Coisa Não É Outra Coisa”.

A organização termina o comunicado com a informação de que “não há ‘shortlist’ para Primeira Obra”.

Esclarece ainda que a sequência de nomeados “obedece a uma estrita ordem alfabética pelo primeiro nome dos autores e não pressupõe qualquer hierarquização”.

Os vencedores, que dizem respeito a obras publicadas em 2016, serão conhecidos em data a definir.

Portugal faz parte do PEN Club International desde 1979, sendo o Clube de Poetas, Ensaístas e Novelistas (PEN) a maior e mais antiga organização de escritores, a nível mundial – numa iniciativa datada de 1921 -, levada a cabo por autores ingleses.

 

Por Lusa

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA