Portugal e Ucrânia assinam acordos para reforçar cooperação económica

Portugal e Ucrânia assinam acordos para reforçar cooperação económica

Portugal e a Ucrânia assinaram hoje quatro instrumentos bilaterais para reforçar as relações económicas e a cooperação em áreas como energia, desporto e juventude, durante a visita que o Presidente ucraniano realiza a Lisboa.

146
0
COMPARTILHE
FOTO: EPA - TIAGO PETINGA

O Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, reuniu-se hoje com o primeiro-ministro, António Costa, no Palácio das Necessidades – sede do Ministério dos Negócios Estrangeiros – durante cerca de 30 minutos, seguindo-se a assinatura dos acordos e memorandos de entendimento pelos dois países.

Os instrumentos têm o objetivo de “aprofundar a cooperação, no ano em que se assinala o 25.º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas” bilaterais, segundo o Governo português.

O acordo sobre cooperação económica “visa reforçar as relações económicas bilaterais”, em áreas como a indústria química, as infraestruturas, transportes, ambiente e turismo.

Este acordo “complementará, no plano económico, o acordo de associação celebrado entre a União Europeia e os seus Estados-membros, por um lado, e a Ucrânia, por outro”, em vigor desde 01 de setembro passado.

Além deste, os dois países assinaram um memorando de entendimento na área da eficiência energética, energias renováveis e combustíveis alternativos, que visa “identificar e aproveitar oportunidades para a realização de projetos conjuntos” nestes domínios.

“O estímulo e apoio à cooperação entre entidades empresariais dos dois países será uma das prioridades na implementação desse instrumento jurídico”, acrescenta uma nota do executivo português.

A partilha de conhecimento, experiência e recursos entre Portugal e Ucrânia nos domínios da juventude, da atividade física e do desporto é o objetivo de outro memorando de entendimento assinado, enquanto um terceiro visa a cooperação no domínio dos arquivos, que prevê trocas de informação sobre a legislação em vigor no âmbito das matérias arquivísticas e respetivas alterações ocorridas, assim como manuais, normas, regulamentos e outra literatura específica sobre arquivos.

Petro Poroskenko, que hoje realiza uma visita oficial a Portugal, foi recebido de manhã pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio de Belém, e pelo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, no parlamento.

Depois do encontro com o primeiro-ministro, Poroshenko participou num almoço com António Costa. Durante a tarde, o chefe de Estado ucraniano faz um passeio de elétrico por alguns dos bairros típicos de Lisboa.

À noite, Marcelo Rebelo de Sousa oferece um jantar oficial ao Presidente ucraniano.

Por Lusa

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA