Cíntia Gil no júri de documentário do festival de cinema de Berlim

Cíntia Gil no júri de documentário do festival de cinema de Berlim

168
0
COMPARTILHE

A diretora do Doclisboa, Cíntia Gil, vai fazer parte do júri de documentário do festival internacional de cinema de Berlim deste ano, anunciou hoje a organização do evento, que decorre de 15 a 25 de fevereiro.

Em comunicado, a Berlinale, festival internacional de cinema, lembrou que o prémio tem um valor de 50 mil euros e vai ser dividido entre realizador e produtor da obra vencedora, a selecionar de um total de 18 concorrentes das várias secções.

A par de Cíntia Gil, vai fazer parte do júri de documentário a realizadora alemã Ulrike Ottinger e o jornalista e produtor norte-americano Eric Schlosser.

Os 18 candidatos vão ter estreia mundial em Berlim e incluem a produção brasileira ‘Ex Pajé’, de Luiz Bolognesi, e a coprodução brasileira ‘Zentralflughafen THF’, de Karim Ainouz.

Na semana passada foi anunciado que a série policial “Sul”, de Edgar Medina e Guilherme Mendonça, com realização de Ivo M. Ferreira, seria apresentada no mercado de coproduções do festival de Berlim.

Entre os 22 filmes que competirão pelo Urso de Ouro estão também três produções portuguesas, todas em estreia mundial: ‘Madness’, de João Viana, ‘Onde o verão vai (episódios da juventude)’, de David Pinheiro Vicente, e ‘Russa’, uma obra conjunta de João Salaviza e Ricardo Alves Jr..

Por seu lado, no programa Fórum do festival vão ser exibidos três longas-metragens de João Viana, Sandro Aguilar e André Gil Mata.

O programa “Fórum”, que conta este ano com 44 filmes, é “a secção mais ousada” do festival de Berlim, recorda a organização, com produções ‘avant garde’, experimentais, ensaios ou com uma reflexão política.

 O Festival de Cinema de Berlim decorrerá de 15 a 25 de fevereiro e do júri da competição de curtas faz parte o realizador português Diogo Costa Amarante, Urso de Ouro em 2017, com ‘Cidade Pequena’.

 

 

 

Por Lusa

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA