Aliados complica e Nun’Álvares condenado

Aliados complica e Nun’Álvares condenado

319
0
COMPARTILHE

Se o Rebordosa sagrou-se campeão de série e o Aliança de Gandra há muito tem a sua situação definida, outras duas equipas do concelho de Paredes, o Aliados de Lordelo e Nun’Álvares, chegaram a esta 32.ª jornada ainda com aspirações de conquistar os seus objetvos, se bem que os mesmos eram distintos para ambos.
A formação de Lordelo tinha ainda como meta chegar ao 2.º lugar, estando para isso dependente de um desaire do Tirsense. Contudo a derrota na receção ao Vilarinho (2-3) deixou a equipa comandada por Juvenal Brandão na 5.ª posição e praticamente arredada desse objetivo e só a matemática ainda mantém o sonho em aberto. É, que agora o Aliados depende do resultado de três emblemas e terá de vencer os dois jogos que faltam (um é frente ao S. Pedro da Cova, 4.º classificado) e esperar que o Tirsense perca os dois confrontos e o Freamunde perca pelo menos um dos seus jogos.
Num cenário em que o Tirsense perde os dois jogos e o Freamunde empata um e vença o outro, teríamos o Freamunde e o Aliados em 2.º lugar com os mesmos pontos, mas para conseguir a vaga para a fase de subida o Aliados teria de golear nos seus dois confrontos, porque as equipas estariam também empatadas no 1.º critério de desempate (diferença do número de golos no confronto direto), mas os capões vencem no 2.º critério (diferença de número de golos em toda a competição) e também no 3.º critério (maior número de vitórias em toda a competição).


Já a turma de Recarei que se encontrava numa situação difícil, não foi capaz de evitar a despromoção a Divisão de Honra. A complicar a tarefa do Nun’Álavres esteve o facto de defrontar nas três últimas jornadas emblemas envolvidos na luta por uma vaga na fase de subida. E, após a derrota na receção ao S. Pedro da Cova e em Freamunde a equipa comandada por José Manuel perdeu este domingo na receção ao Tirsense (1-3).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA