Cartão laranja em Sobrosa

Cartão laranja em Sobrosa

Os artigos publicados neste espaço são da inteira responsabilidade dos seus subscritores

213
0
COMPARTILHE
Pedro Ribeiro da Silva

A simpática Vila de Sobrosa tem estado em particular destaque nos últimos dias, tendo inclusive sido tema nalguns meios de comunicação de âmbito local e nacional. Por um lado o motivo foi o protesto popular, reinvidicando melhores condições de segurança na estrada nacional 319. Trata-se de uma reivindicação mais do que justa e parece que as entidades responsáveis estão a espera de uma tragédia para então resolverem o problema. Faz-me lembrar o triste episódio da queda da ponte de entre os rios, em que as autoridades ignoraram os alertas, talvez por não haver verba para realizar as obras. O certo é que após a queda da ponte, já não faltou verba para fazer uma ponte nova e muito mais. De acrescentar que os problemas de segurança rodoviária nesta via que atravessa o concelho não atinge apenas Sobrosa. Em Baltar por exemplo, a mesma via não oferece condições de segurança, havendo um aumento do risco com a proximidade da escola e com o facto de alguns automobilistas utilizarem esta estrada como se de uma pista se tratasse. Sobrosa teve também em destaque por ter recebido a primeira convenção autárquica do PSD Paredes. Pela forma como decorreu, pelas pessoas que participaram, numa sala muito bem composta considerando o tempo agreste que se fazia sentir, bem mais convidativo a que as pessoas ficassem por casa. Mas não ficaram, e com a sua presença no evento ouviram e tiveram a oportunidade de questionar os eleitos do PSD Paredes. O evento contou com a presença do líder distrital do PSD Porto Alberto Machado que deu início aos trabalhos e do cabeça de lista do PSD para as eleições europeias Paulo Rangel que procedeu ao seu encerramento. Numa intervenção que entre outros assuntos abordou os principais motivos para votar PSD nas próximas eleições para o parlamento europeu, destaco três: a importância do ato eleitoral pelo momento que a Europa atravessa, o facto do PSD ter a melhor lista e a oportunidade de passar ao governo PS uma mensagem de desagrado com o seu desempenho no governo de Portugal, mostrando-lhe não um cartão amarelo pois não é suficiente nem um vermelho pois esse fica para as eleições legislativas, um cartão laranja. Não podia estar mais de acordo com o primeiro ponto pois sou um europeísta convicto e penso que uma ida em massa às urnas passaria uma mensagem aos que se dizem contra o projeto europeu mas que em sua alternativa oferecem uma mão vazia e outra cheia de nada como se pode ver no triste episódio do brexit. Quanto a melhor lista, não sou eu que vou contrariar os currículos dos candidatos nem os rankings que avaliam os deputados do parlamento europeu. São públicos. Já sou mais cético no que respeita à mensagem a transmitir ao governo pois são órgãos diferentes e retirar este tipo de ilações diminui a importância deste eleitoral. Para mais, cartões laranja têm sido mostrados diariamente, de uma forma geral por todo o país e no nosso concelho tal como foi nos últimos tempos em Sobrosa.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA