“Laranjeiras” volta à posse do município de Paredes

“Laranjeiras” volta à posse do município de Paredes

Este era um dos desejos da direção do clube que pretende uma maior aproximação com os adeptos

248
0
COMPARTILHE

O Presidente do União Sport Clube de Paredes, António Pedro, congratulou-se com a realização da escritura pública de expropriação amigável do Complexo das Laranjeiras que fez com que todo este equipamento voltasse à posse da autarquia.
Em declarações ao nosso jornal, António Pedro, admitiu que ter assistido à recompra e escritura pública do Estádio das Laranjeiras foi um motivo de orgulho para si, para o clube e os associados, tendo-se cumprido um desiderato que o Paredes perseguia há bastante tempo.
“Para o Paredes este ato teve uma carga emotiva elevada porque confere ao clube a possibilidade de poder voltar a jogar no mítico Campo das Laranjeiras, que foi sempre a casa do União, e onde estão as nossas memórias, foram criados os nossos princípios e os nossos valores”, disse, assumindo que o regresso do Complexo das Laranjeiras para a posse do município vai conferir uma nova centralidade a toda a zona envolvente, que terá de ser intervencionada e requalificada, constituindo simultaneamente um pólo de desenvolvimento desportivo para o concelho.
“É importante destacar o trabalho deste executivo e do seu presidente, Alexandre Almeida, que teve um trabalho fantástico em todo este processo”, confessou, acrescentando que a direção do clube sempre lutou para que toda a atividade do clube, desde que assumiu a direção, fosse no sentido de aproximar o União dos adeptos e do centro da cidade.
“A dinâmica que se vai criar vai ser maior, mais associados e mais gente a assistir aos nossos jogos. Toda aquela área vai ganhar uma nova dinâmica”, constatou.
Numa primeira fase o pavilhão será requalificado, segundo os restantes equipamentos que integram o complexo desportivo.
Refira-se que a escritura pública foi assinada na Bolsa de Turismo de Lisboa, no dia 15 de março, pelo presidente do Município de Paredes, Alexandre Almeida, e pela administradora da massa insolvente.
O Complexo das Laranjeira inclui o pavilhão gimnodesportivo, o estádio e os campos anexos.
Citado em comunicado, Alexandre Almeida realçou que o Complexo das Laranjeiras é um património fundamental para o desenvolvimento de Paredes.
A requalificação do pavilhão gimnodesportivo e a sua conversão num multiusos é prioridade estratégica do município.
Este acordo vai permitir ainda ao União Sport Clube de Paredes, depois de obras de requalificação do antigo estádio das Laranjeiras, voltar a jogar no emblemático campo paredense”, refere o presidente do município.
O valor da expropriação amigável foi superior a um milhão de euros.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA