COMPARTILHE

A II Semana Cultural da União das Freguesias Silvares-Pias-Nogueira-Alvarenga, que decorreu entre os dias 22 de abril e 1 de maio, ficou marcada por várias atividades que, no entender do presidente da Junta de Freguesia, corresponderam às expetativas.

Fausto Oliveira explicou ao Yes Lousada que um dos objetivos do programa passou pela “afirmação cultural” e essa missão foi conseguida. “O impacto e a avaliação são bastante positivos. As atividades tiveram muitas participações e os ecos na população foram bastante significativos”, revelou o autarca. Das inúmeras atividades efetuadas, “o Zumba foi a que teve menos adesão, porque havia várias iniciativas a decorrer na mesma data [Dia Mundial da Dança]. Mas as restantes superaram as expetativas”, congratulou-se, apesar de ter deixado um reparo às ausências de alguns autarcas nas homenagens do dia 25 de abril.

Áudio com Fausto Oliveira – Presidente de Junta de Freguesia

Fausto Oliveira acrescentou que outra benesse desta semana cultural para as freguesias pertencentes à união, é a possibilidade de “criação de uma nova identidade, uma nova dinâmica em relação às quatro freguesias, agora agrupadas e sem perder a identidade de cada uma delas”, destacando, ainda, que “era preciso congregar esforços no sentido de as pessoas estreitarem laços, aprenderem a trabalhar em conjunto e estabelecerem parcerias de colaboração”, sublinhou.

Estas atividades permitiram criar uma maior proximidade entre todas as associações e que “resultou numa colaboração intrínseca entre todos e o desejo de continuar este projeto e até de partilhar experiências em outras áreas”, afirmou, deixando depois uma promessa: “Isto será para repetir, aliás, já estamos a programar a semana cultural do próximo ano, que será em Silvares”.

Quanto às contas, aos investimentos e aos orçamentos, o presidente de junta revelou que “uma das grandes novidades destas semanas é que elas dão lucro às associações, ou seja, a junta disponibiliza três mil euros para a semana cultural e se formos dividir [pelas 4 freguesias] não é nada de significativo”.  E continuou: “Temos atividades que dão retorno e temos o apoio dos patrocinadores  e da Cristina Barbosa, que tem feito um trabalho espetacular através dos contactos que tem conseguido. No ano passado depois de tudo pago, distribuímos 1500 € pelas associações”, realçou.

Fotos: Carla Freitas

Quando questionado sobre como resumiria este tipo de iniciativas, Fausto Oliveira, respondeu prontamente: “A afirmação principal é uma união baseada na parceria e na colaboração”, concluiu.

Cultura em movimento

O concerto de abertura da semana cultural ficou a cargo da Banda Musical de Lousada, na Igreja de Pias, que contou com a presença do Agrupamento de Escuteiros de Silvares, das associações envolvidas, do presidente da Câmara Municipal de Lousada, Pedro Machado, e do Padre Paulo Godinho.

No dia seguinte, as instalações da ARC Pias acolheram o concurso ‘quem sabe sabe’ e à noite realizou-se uma caminhada solidária noturna, com as receitas a reverter a favor da ALDAF, numa atividade que contou com a organização do BTT Lousada e do Motoclub.

No dia 25 de abril decorreu nas instalações da Associação ‘Os Pienses’ o Torneio Quadrangular de futebol em sub-18, que juntou equipas das quatro freguesias da união das freguesias e cujo início culminou com o encerramento do acampamento de Escuteiros.

No início do torneio realizou-se uma largada de balões entre jogadores e escuteiros. No final do dia, desta vez com o intuito de celebrar os 40 anos de poder local, foram homenageados todos os autarcas, secretários e tesoureiros que pós 25 de abril desempenharam funções nas quatro freguesias da união de freguesias. Uma homenagem que terminou com a entoação do hino nacional, interpretado ao saxofone por Hugo Barbosa. No passado sábado, a II Semana cultural terminou como começou, com música, uma noite de fados.

Por José Ferreira e Elisabete Leal – Yes Lousada

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA