“Todos os dias lutar em prol deste clube, da nossa juventude e...

“Todos os dias lutar em prol deste clube, da nossa juventude e da nossa terra” Sandro Sousa, presidente do clube

Cerimónia distinguiu atletas, dirigentes e personalidades que se destacaram na temporada passada

630
0
COMPARTILHE
Sandro Sousa, Presidente AD Lousada

Na noite do passado sábado, o Salão Paroquial de Caíde de Rei foi palco da Gala 2017 da Associação Desportiva de Lousada, que lotou para assistir à entrega de prémios que distinguiu atletas, dirigentes e personalidades que se destacaram na temporada passada.

Depois de Sousela esta cerimónia teve lugar numa outra freguesia numa estratégia de maior aproximação e empatia do emblema com toda a população do concelho. Assim, as primeiras palavras da noite foram proferidas pelo anfitrião, o padre André Soares, que abriu a “sua casa” para receber a cerimónia, aproveitando desde logo para felicitar os homenageados: “A comunidade paroquial que longamente sonhou com este projeto, poder partilhar convosco da alegria e também hoje poderem usufruir deste espaço que começou a ser pensado em 1998. 18 anos depois, três padres e 1 milhão de euros está aqui para a vossa disponibilidade. Desejo-vos uma boa noite e parabéns a todos os que estão aqui”.

Mas, ainda antes de começar a entrega dos prémios foi a vez do presidente do clube, Sandro Sousa, usar a palavra num extenso discurso dividido em duas partes e tendo por base duas mensagens: uma de gratidão e outra de sonho.

Depois dos habituais cumprimentos, o dirigente começou por agradecer aos associados o voto de confiança que lhe foi dado: “Sinto-me agradecido pela oportunidade, durante estes dois anos e meio, que me foi dada por todos os sócios deste clube em puder liderar os destinos desta equipa. De todos os dias lutar em prol deste clube, em prol do sonho dos muitos dos nossos atletas e dos nossos dirigentes e em prol da nossa juventude e da nossa terra. Portanto, o meu muito obrigado por me terem permitido isso”.

Juntamente com o líder, subiram ao palco todos os diretores e treinadores numa clara mensagem de união, de trabalho e de empenho em continuar a elevar o nome do clube. Voltando a fazer uso da palavra gratidão para destacar a colaboração da sua equipa, mas também dos patrocinadores, dos funcionários do complexo desportivo e de várias pessoas que direta ou indiretamente ajudam o clube, Sandro Sousa referir que “propositadamente estão aqui comigo para perceberem a dinâmica, a necessidade de gente que voluntária e abnegadamente, todos os dias, dá muito do seu tempo em prol de tudo aquilo que vai sendo apenas e só o jogo do fim de semana, apenas e só o campeonato. Mas, para que tudo seja possível eu estou extremamente grato a toda esta gente”.

“Conseguimos resolver
alguns problemas próprios do renascer do clube”

A Câmara Municipal tem sido um dos parceiros neste renascer da AD Lousada, nomeadamente com a cedência das instalações do Complexo Desportivo, entidade representada na Gala pelo presidente, Pedro Machado, e pelo vereador do Desporto, António Augusto, e que mereceu também de Sandro Sousa os devidos agradecimentos, mas também a solução para algumas das necessidades prementes, como são o caso da tal almejada sede e da renovação dos pisos sintéticos, assim como mais um campo de futebol e um novo pavilhão: “Muitas vezes discordámos sobre aquilo que era a vontade de crescer mais ou menos rápido, sobre aquilo que eram as necessidades latentes do clube. Mas, o que é certo, é que durante estes dois anos e meio, mesmo com todas essas discordâncias muitas coisas foram feitas e nós temos de vos estar gratos. Conseguimos resolver alguns problemas próprios do renascer do clube. Conseguimos que o protocolo da cedência das instalações fosse uma realidade em função da continuidade das instalações que tínhamos na Avenida Amílcar Neto (atualmente o Parque Urbano). Hoje temos essa circunstância e o futuro assegurado em relação aquilo que são condições de excelência que temos para utilizar e naturalmente estão destinadas e reservadas aquilo que são as necessidades do clube”.

Com pouco mais de dois anos à frente dos destinos do clube e assumindo essa tarefa numa fase complicada da sua história, Sandro Sousa e a maior parte da sua equipa são “novatos” nestas andanças e para que o sucesso seja possível em muito tem contribuído a instrução da Associação de Futebol do Porto, representada na cerimónia pelo seu vice-presidente, Vasco Pinho, ao qual o líder da ADL agradeceu a disponibilidade revelada pela sua instituição. “Foram muitas as vezes que eu próprio e muitos dos que aqui estão vos fomos chatear, porque realmente foram dois anos e meio de aprendizagem e mesmo assim, hoje sentimos que pouco ou nada sabemos ainda sobre o que é o futebol e sobre aquilo que é o funcionamento associativo. Felizmente encontrámos do outro lado alguém que sempre nos esclareceu, nos deu uma palavra de ânimo e incentivo, o que foi muito importante, pois às vezes basta isso…essa palavra de incentivo para que nos dias difíceis a gente continue a estar com orgulho deste lado, para sair de casa e deixar as nossa famílias para trabalhar em prol do clube”.

Pedro Vilaça – Treinador do Ano

No plano desportivo, o dirigente recordou que a temporada passada foi de grande sucesso, de resultados excecionais, recordando as quatro subidas de divisão, os primeiros lugares de séries conquistados, mas salientou que “nem sempre o sucesso é alcançado com as subidas de divisão ou um primeiro lugar, mas com a alegria contagiante de ultrapassar aquilo que são os nossos próprios limites”, lembrando a primeira vitória no voleibol ou as grandes vitórias que as meninas do futebol feminino proporcionaram, assim como os resultados fantásticos no primeiro ano do futsal.

“Minha palavra de grande gratidão para todos aqueles que têm contribuido positivamente para o crescimento, engrandecimento e afirmação deste novo renascer da Associação Desportiva de Lousada”, concluiu desta forma a parte do discurso direcionada aos agradecimentos, antes de entrar na fase dos sonhos, onde a subida do escalão sénior ganha preponderância. Sobre este assunto, Sandro Sousa lamentou a decisão associativa que colocou as equipas “B” diretamente no escalão maior distrital, factor que impossibilita a equipa de estar atualmente num lugar de acesso à Divisão de Elite – Pro-nacional. Recorde-se que o Lousada ocupa a 3.ª posição, 10 pontos atrás do Gondomar “B”.

“Queremos ainda mais conquistas”

“Temos vindo a conquistar para o clube mais modalidades, mais equipas e mais atletas, mas queremos ainda mais conquistas, uma presença maior em termos regionais e ambicionar a médio prazo uma presença nacional. E, se temos estes objetivos a médio e longo prazo, também temos a curto prazo. É decisivo para o clube solidificar as equipas de formação, pelo menos na 1.ª divisão distrital. É fundamental conseguir subir a equipa sénior de futsal ao nacional e colocar os seniores de futebol na Elite Pro-Nacional. Pode ser este ano. Todos assim esperamos. Já estaríamos nesse lugar de acesso à subida de divisão. No entanto somos guerreiros e sempre conquistámos as nossas vitórias dentro do campo. Portanto, contámos com todos para tentar conseguir algo inédito que era subir três anos consecutivos e tenho a certeza que todos juntos vamos conseguir. Esta é mais uma escalada que precisamos para atingir os nossos objetivos”.

Para tornar o clube sustentável e garantir o futuro, Sandro Sousa voltou a voltou a falar da já referida necessidade de investimento e renovação das infraestruturas, mas também de equipamentos de transporte: “É importante o apoio que o município nos tem dado, assim como a Santa Casa da Misericórdia a este nível, mas é decisivo que nós consigamos maior número de transporte, pois temos fins de semana que disputámos mais de 30 partidas”, ao mesmo tempo que avançou para breve a solução da sede: “Há necessidade de maior proximidade e maior centralidade. De termos um espaço comercial e até de convívio para os nossos associados no centro da vila e estamos a trabalhar nesse sentido”.
A finalizar, Sandro Sousa deixou um apelo para que mais pessoas inscrevam como afiliados, relembrando também a refiliação, sendo que irá ser mantido o número antigo. Avançou ainda um conjunto de parcerias que estão a ser estabelecidas e que irão trazer vantagens a quem possuir o cartão de sócio: “Temos mantido o número antigo e estamos a fazer um esforço para reconquistar muitos daqueles que durante décadas estiveram ao nosso lado. Mas, não basta isto, é importante que muitos de vocês também se inscrevem. É decisivo que tenhamos uma capacidade maior de captação de associados e para isso estamos a trabalhar um conjunto de protocolos com diferentes entidades para que se possa aliar a paixão pelo clube a um conjunto de benefícios que os associados, pais e atletas, podem ter”.

Seguiram-se a entrega dos prémios aos homenageados da noite, da qual se destaca a instituição de uma nova categoria: a de Dirigente do Ano em cada uma das modalidades. Pelo meio houve ainda intervenções dos representantes da Associação de Futebol do Porto, Vasco Pinho, da Associação de Voleibol do Porto, Maria Helena Vilela e do presidente da Câmara, Pedro Machado.

Pedro Machado, presidente da autarquia
“O propósito é comum e vamos continuar juntos”

O presidente da autarquia, Pedro Machado, começou por referir a importância da iniciativa, felicitando Sandro Sousa e toda a sua equipa “pelo trabalho que têm vindo a desenvolver ao longo do ano para que seja possível termos tantos atletas no concelho ao abrigo desta associação a praticar futebol, futsal e voleibol. Este é um evento muito importante, porque é com este tipo de iniciativas que fortalecemos os laços e a própria associação. Fortalece os laços dos atletas para com os seus treinadores, para com a sua associação, para com a sua comunidade e concelho”.
O autarca garantiu ainda que o clube poderá continuar a contar com a colaboração da autarquia um parceiro crucial: “Pode continuar a ter na Câmara Municipal um parceiro estratégico porque o desígnio é comum. Podemos de quando em vez ter perspetivas diferentes, sobretudo nos timings e no ritmo de evolução, mas por mais fortes que sejam as nossas convicções e a defesa das mesmas, o propósito é comum e seguramente vamos continuar juntos a trilhar este caminho de prosperidade e engrandecimento deste grande clube”.

“Seguramente que vamos continuar a investir
no complexo desportivo”

Pedro Machado recordou algumas das promessas cumpridas que havia feito na gala do ano passado, como foram os casos da cobertura da bancada do estádio principal e a divisória proteção contra o vento e chuva entre as bancadas dos sintéticos multifuncionais, respondendo afirmativamente a alguns dos pedidos atuais de Sandro Sousa, relembrando outras estruturas desportivas que estão a ser construídas/renovadas no concelho: “Outras obras que agora importa levar a cabo, nomeadamente a conclusão das obras no estádio municipal. Importante definir um timing para a substituição dos relvados sintéticos e seguramente que vamos continuar a investir no complexo desportivo e a dar boas condições à Associação Desportiva de Lousada para levar a cabo a sua atividade. Não posso pôr todos os ovos no mesmo cesto. Temos outros investimentos a fazer, nomeadamente no desporto, mas seguramente que esses investimentos vão ser feitos logo que haja condições para o efeito e alguns deles vão começar já este ano”.

“Importante vermos as mulheres envolverem-se
cada vez mais no desporto”

A finalizar, Pedro Machado deixou uma mensagem de felicitação ao envolvimento das mulheres no desporto em Lousada, não só como praticantes, mas também em cargos de direção: “É de todo justo enaltecer e expressar a felicidade que eu sinto de ver mulheres na direção do clube, assim como a qualidade do futebol feminino. Ouço também rasgados elogios ao voleibol, não só pela sua prestação, mas ao que dizem têm o equipamento mais bonito. É importante vermos as mulheres envolverem-se cada vez mais no desporto. São essas politicas que nós temos tentado fomentar. Desporto para todos e para todas. É um fenómeno que está em crescimento e queria deixar aqui a minha satisfação por isso”.

De destacar a participação da School Dance que animou a cerimónia que terminou com a plateia a cantar o hino do clube.

Vasco Pinho, vice-presidente da Associação de Futebol do Porto
“O Lousada é um dos maiores
clubes da AF Porto”

Vasco Pinho, ladeado por Sandro Sousa e Pedro Machado

Vasco Pinho, vice-presidente da Associação de Futebol do Porto, subiu ao palco para retribuir os agradecimentos de Sandro Sousa, salientando a importância da AD Lousada para o crescimento da sua própria AFP: “O Lousada é um dos maiores clubes da Associação de Futebol do Porto, que é hoje a maior associação do país e a maior desportiva de sempre em Portugal. O ano passado ultrapassamos os 30 mil atletas e a grandiosidade de uma associação mede-se pelos seus clubes. Lousada é um dos principais clubes a contribuir com atletas, com dirigentes, com membros do staff clínico, com treinadores e com todos os outros elementos, por isso a Associação de Futebol do Porto agradece ao Lousada”.

O representante da AFP, destacou ainda o papel e colaboração da autarquia para o desenvolvimento do desporto em geral e do futebol em particular: “Esse sucesso, naturalmente, tem de ser alicerçado em algo e aqui está alicerçado nas excelentes pessoas que tem a dirigir o Lousada. Mas não há sucesso sem condições e sei que a Câmara Municipal tem feito um esforço excecional para contribuir em todas as modalidades e da minha parte, que é o futebol, tem um complexo desportivo excecional. Por isso parabéns ao Lousada a à Câmara Municipal”.

O dirigente recordou os 70 anos que o emblema rubro-negro vai celebrar este ano, desejando-lhe longevidade e terminou a destacar a importância destas cerimónias para a motivação dos atletas: “não é só quem ganha que fica a lucrar com esta gala. Porque é através do reconhecimento do mérito que nós estimulamos outros e o próprio à procura da excelência”.

Para ver mais fotos da GALA DO AD Lousada, clique no link abaixo:

GALA AD LOUSADA – FOTOS YES LOUSADA

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA