Queridos Pais…

Queridos Pais…

0
COMPARTILHE
Marina Silva - Psicóloga

Quantas vezes, na correria dos dias, se chatearam logo de manhã com os vossos filhos porque já estavam atrasados?
Quantas vezes se perguntaram porque é as coisas não correm bem?
Quantas vezes projetaram atividades, idealizaram momentos, e se sentiram frustrados por não terem conseguido cumprir o planeado e até prometido?
Pois bem, numa sociedade frenética e numa época em que os dois pais cumprem funções no mundo laboral, fica cada vez mais reduzido o tempo que é dedicado aos filhos e a qualidade das relações – com momentos de brincadeira – está longe de ser a desejável.
Estudos referem que apenas 6% dos pais portugueses brincam diariamente com os seus filhos, e quando o fazem, optam por ver televisão em conjunto.
Mas brincar será mera diversão?
Claro que não, pelo contrário! Brincar é fundamental e não deve acontecer apenas na creche e na escola. Brincar é uma atividade essencial para o desenvolvimento saudável e global das crianças. Promove a criatividade e a imaginação, estimula competências socioemocionais, gera resiliência e potencia o autoconhecimento corporal. E mais! As brincadeiras fortalecem o vínculo entre pais e filhos e estreitam as relações, reforçando os afetos.
É muito importante que as famílias disponham de tempo para brincar!
As festas de final de ano podem ser uma excelente oportunidade para trabalharem a relação com os vossos filhos até porque, as tradições e rituais natalícios, apelam, por si só, a uma maior proximidade e envolvência familiar.
Ao contrário do que possam pensar, o Natal para os mais pequenos é muito mais que os presentes. É uma altura em que vocês estão mais presentes! E essa presença é muito mais valorizada face ao facto de existirem muitos ou poucos brinquedos lá em casa. Na verdade, a necessidade real da criança é desfrutar de companhia para brincar.
O Natal em família, com momentos de partilha, tem muito mais significado.
Feliz Natal e Votos de um Excelente 2019!
Algumas ideias para os pais fazerem com os miúdos:
– elaborar postais de Natal para oferecer a toda a família;
– criar marcadores individuais para a mesa da consoada;
– fazer biscoitos com formas natalícias;
– divertirem-se com jogos de tabuleiro;
– escolher as fotografias dos momentos mais especiais de 2018 e colocá-las num lugar
de destaque em casa;
– não poupar nos elogios, dar abraços e dizer ‘gosto de ti’.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA