“Exclusividade na política é lesiva”

“Exclusividade na política é lesiva”

655
0
COMPARTILHE
Comentadora da TVI considera que muitos poderão querer renunciar ao cargo de deputado devido ao regime de exclusividade.

Manuela Ferreira afirmou, na antena da TVI24, que tem uma “uma posição que não é politicamente correta” relativamente ao regime de exclusividade dos deputados, defendido pelo Bloco de Esquerda.

Embora admita que nestes momentos “todos os políticos estão sob suspeição” devido ao “desprestígio da classe” e que compreenda que a ideia desta medida é tentar garantir que não existem “interesses misturados”, a antiga ministra das Finanças diz que é necessário distinguir a “transparência de exclusividade”.

“A exclusividade é lesiva porque estar em exclusividade significa ter que abandonar a vida profissional quando se entra no Parlamento e quando se sai tem que estar uns anos de nojo sem exercer actividade”, justificou, considerando que isto poderá levar muitas pessoas a não quererem abdicar das suas vidas para serem deputados.

Logo, referiu que entraram no Parlamento apenas pessoas “sem experiência”. “É necessário que as pessoas ajam de acordo com os seus princípios e não de acordo com o que é legal e ilegal”, atirou.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA