Quem deixa os estudos mais cedo? Portugal (muito) perto do pódio

Quem deixa os estudos mais cedo? Portugal (muito) perto do pódio

147
0
COMPARTILHE
Três primeiros lugares são ocupados por Espanha, Malta e Roménia.

Dados de um estudo do Eurostat, relativos ao ano de 2014, colocam Portugal muito perto dos três países líderes no que diz respeito a abandonar os estudos mais cedo. Por abandono escolar, leia-se, estudantes (com idades entre os 18 e 24 anos) que deixam os estudos após o 12.º ano, ou seja, que não entram para o ensino superior.

Nos dados desse estudo, Espanha é líder com quase 22% (21,9%) da população sem interesse ou acesso ao ensino universitário. Seguem-se Malta e Roménia, com 20,3% e 18,1%, respetivamente.

Em quarto lugar surge Portugal, onde 17,4% dos estudantes não chegam ao terceiro nível de ensino profissional, apresentando valores acima da média europeia, onde um em cada dez alunos abandona os estudos após o ensino secundário.

Essa meta, contudo, é uma das prioridades do programa de crescimento da União Europeia, que pretende que os níveis do abandono escolar “fiquem abaixo dos 10%”, de modo a impulsionar o emprego e por consequência reduzir os níveis de pobreza.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA