Nuno Espírito Santo tem mais de 30 ‘problemas’ para resolver

Nuno Espírito Santo tem mais de 30 ‘problemas’ para resolver

253
0
COMPARTILHE
Foto DR

Técnico portista terá de decidir o futuro de 34 jogadores que regressam de empréstimo.

Ao aceitar o cargo de treinador do FC Porto, Nuno Espírito Santo sabia, de antemão, que teria de levar a cabo um autêntica ‘revolução’ no plantel que terá à disposição.

Além da equipa que transita do último ano e da eventual promoção de atletas do escalão secundário, o técnico terá também de avaliar o futuro dos 34 jogadores que regressam de empréstimo.

Alguns deles, chegam ao Dragão sabendo que têm lugar garantido, caso de Rafa Soares (Académica), Otávio (Vitória de Guimarães), Josué (Sporting de Braga) e Hernâni (Olympiacos), como foi já anunciado por Pinto da Costa.

Quanto aos restantes, uma incógnita, embora alguns jogadores saibam que dificilmente entrarão nas contas de Nuno Espírito Santo. Adrián López, que, em 2014, custou aos ‘dragões’ 11 milhões de euros por 60% do passe, deverá ser vendido, embora o Villarreal deseje prolongar a cedência.

Outros, como Ghilas, Licá ou Ivo Rodrigues, dificilmente merecerão oportunidade. Já casos como o de Quintero, Fabiano, Gudiño, Maicon, Diego Reyes, Lichnovsky, Abdoulaye ou Kayembe só deverão fazer parte do plantel em caso de saídas.

Já Ricardo Pereira é um dossiê à parte. O polivalente brilhou esta temporada ao serviço do Nice, clube francês com o qual tem mais um ano de empréstimo. O desejo do FC Porto passa por fazê-lo regressar já este verão, mas para isso terá de desembolsar uma indemnização.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA