‘Foi bonita a festa, pá’. Os heróis lusos voltaram para júbilo da...

‘Foi bonita a festa, pá’. Os heróis lusos voltaram para júbilo da nação

327
0
COMPARTILHE

A Seleção Nacional foi recebida em Lisboa por milhares de fãs, uma celebração que ficará para sempre na história de Portugal.

Se em Paris o apoio à Seleção lusa foi incansável, o regresso ‘à alegre casinha’ foi memorável. Segunda-feira a equipa nacional chegou à Portugal e à sua espera estava uma receção que português algum jamais esquecerá.

Com as cores da bandeira de Portugal a ‘caírem do céu’, os jogadores da Seleção Nacional foram recebidos por milhares de adeptos no Aeroporto de Lisboa, onde a felicidade pautou a expressão facial dos que ali estavam.

Mas o dia esperava-se longo. A primeira paragem foi Belém, onde o Marcelo Rebelo de Sousa recebeu os jogadores de coração cheio, assim como outros membros da classe política. Apesar de estar previsto serem condecorados ontem pelo Chefe de Estado, a Presidência da República acabou por adiar a entrega das medalhas para data que ainda não foi divulgada.

Mas nada disso abalou o povo português, pelo contrário. O autocarro dos campeões europeus seguiu caminho pelas várias ruas da capital portuguesa (como a Avenida 24 de Julho e Marquês de Pombal), sempre acompanhados pela nação e, quando chegaram ao final do percurso, na Alameda D. Afonso Henriques, os portugueses renderam-se. Ali estavam eles, os heróis de Paris a agradecer ao povo. Ali estavam eles, os que trouxeram de volta o ‘esplendor de Portugal’.

Juntos, entre agradecimentos e muita emoção, jogadores e adeptos cantaram o hino nacional e não faltaram selfies com a multidão que encheu aquele espaço.

A Torre Eiffel não se iluminou com as nossas luzes, mas os monumentos portugueses prestaram o devido tributo. Durante a noite, a Torre de Belém pintou-se com as cores da bandeira das ‘quinas’, assim como a fachada do edifício dos Paços do Concelho de Lisboa. Também o Mosteiro de Alcobaça e a Ponte D. Luís prestaram uma homenagem.

A festa foi bonita e é para continuar.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA