Teorias sobre o cancro que nada mais são do que mitos (para...

Teorias sobre o cancro que nada mais são do que mitos (para esquecer)

É a doença do momento e multiplicam-se os estudos sobre as suas possíveis causas e consequências. Mas nem tudo o que se diz sobre o cancro é verdade... e prova disso são os sete seguintes mitos que deve mesmo esquecer.

105
0
COMPARTILHE

Que o cancro é uma doença de causa multifatorial, já a ciência nos alertou. Que o nosso estilo de vida atua como fator de prevenção ou desencadeamento da doença, também. Mas será que sabemos mesmo tudo sobre o cancro? Longe disso.

Apesar de ser uma das patologias mais estudadas e cujo diagnóstico se mostra cada vez mais célere, a verdade é que o cancro está envolvido numa série de teorias e mitos que induzem as pessoas em erro, podendo comprometer o bem-estar e saúde em geral.

À BBC, a enfermeira Ellen McPake dá a conhecer aqueles que são os piores mitos sobre o cancro e um deles diz respeito ao alegado poder milagroso do bicarbonato de sódio. Como diz a especialista, “há quem acredite que tomar bicarbonato de sódio oralmente ou por via intravenosa pode curar o cancro”, mas, garante, “não há evidência alguma que sustente isso”.

Ainda no que diz respeito a potenciais curas caseiras, um outro mito comum é aquele que diz que a vitamina C consegue travar a doença. Embora a ciência esteja já a estudar os benefícios da administração de vitamina C em pacientes com cancro, a verdade é que as conclusões são ainda muito confusas e os potenciais riscos estão ainda por descobrir.

De acordo com a especialista, um outro mito recorrente – mas que pode trazer algum tipo de complicações para a saúde – é aquele que defende que o enema de café (quando injetado para limpeza dos intestinos) ajuda a combater o cancro, algo que não só não se comprovou, como pode mesmo dar origem a infeções, obstipação e até mesmo desidratação.

Apesar das células cancerígenas (e de todas as outras células do corpo humano) estarem dependentes dos níveis de glicose no sangue, a ideia de que os tumores crescem mais rapidamente à boleia do consumo de açúcar está errada, mesmo que tenha já sido provado o impacto direto e negativo que a obesidade tem no aparecimento e agravamento do cancro.

Por acreditarem que os tubarões são imunes à doença, muitos pacientes oncológicos recorrem à cartilagem de tubarão para a prevenção ou tratamento da doença, diz a BBC, porém, até à data não há um único estudo que confirme os benefícios da cartilagem deste animal em humanos e nem mesmo em ratos de laboratório.

Mesmo sendo do conhecimento de todos que os cancros nunca são iguais e que cada pessoa desenvolve, reage e cura-se da doença de forma diferente, há ainda quem acredite que o cancro é uma patologia que afeta apenas as pessoas mais velhas, mas não. O cancro pediátrico é uma realidade e têm aumentado os casos de cancro em jovens adultos.

Apesar de não interferir diretamente com a prevenção ou tratamento da doença, a enfermeira lista ainda um último mito bastante comum e que prova a falta de conhecimento da população sobre a doença. “Circula a ideia de que o cancro é uma doença moderna criada pelo homem”, mas a verdade, explica, é que foram encontrados indícios de cancro da próstata numa múmia com mais de dois mil anos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA