Morreu a cantora Madalena Iglésias

Morreu a cantora Madalena Iglésias

168
0
COMPARTILHE

A cantora Madalena Iglésias, que venceu o Festival da Canção em 1966 com a música “Ele e Ela”, morreu hoje aos 78 anos numa clínica em Barcelona, Espanha.

O velório da cançonetista, que estava numa clínica em Barcelona, Espanha, realiza-se hoje a partir das 18:00 locais (17:00 em Portugal), na sala 18 do Tanatório de Collserola, naquela cidade catalã, segundo informou à Lusa fonte familiar.

Nascida em Lisboa, em 1939, Madalena Iglésias estudou no Conservatório e na Escola de Canto e, aos 15 anos, entrou no Centro de Preparação de Artistas da Rádio da Emissora Nacional. Estreou-se na rádio e na televisão em 1954. Seis anos depois recebeu os títulos de Rainha da Rádio e da Televisão, por votação popular.

Em 1964 participou no I Grande Prémio TV da Canção Portuguesa com Balada Das Palavras Perdidas (5º) e Na Tua Carta (10º). Nesse ano venceu o Festival Hispano-Português de Aranda de Duero. Nesse ano estreou-se no cinema, ao lado de António Calvário, em Uma Hora de Amor, de Augusto Fraga.

Participou também no filme Canção da Saudade, de Henrique Campos. Com Silêncio Entre Nós ficou em 3º lugar no Grande Prémio da TV da Canção.

Ao mesmo tempo, apresentou-se em países como Venezuela, França, Brasil, Angola, Moçambique, Colômbia. Gravou para a discográfica Belter e concorreu a diferentes festivais internacionais, como o Palma de Maiorca e o de Aranda del Duero, que venceu em 1964.

Madalena Igesias gravou também uma versão de Sol de Inverno. 1965 foi também o ano de Poema de Nós Dois, tema do filme Passagem de Nível de Américo Leite Rosa. A banda sonora deste filme é de Manuel Paião e Eduardo Damas.

Venceu o Festival RTP da Canção de 1966 com Ele e Ela, um tema da autoria de Carlos Canelhas em estilo “surf”. Rebeldia ficou em 3º e Caminhos Perdidos obtém o 6º lugar. Em todos os temas foi acompanhada pela Orquestra de Jorge Costa Pinto. No Festival Eurovisão da Canção (1966) obtém grande sucesso e Él Y Ella, a versão em espanhol, é editada em Espanha, França e Holanda.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA