Adriana Gomes: A 5.ª final da Taça de Portugal para atleta lousadense

Adriana Gomes: A 5.ª final da Taça de Portugal para atleta lousadense

Lousadense tem uma taça ganha ao serviço do Boavista e outra perdida. Nas duas últimas épocas, em representação do Braga, perdeu as duas finais para o Sporting

385
0
COMPARTILHE

Atleta de Lustosa vai, no próximo domingo, participar pela 5.ª vez na final da Taça de Portugal de Futebol Feminino, competição que já venceu ao serviço do Boavista, tendo ainda perdido outra pelos axadrezados.
Agora, a competir pela recém criada equipa do SL Benfica, Adriana Gomes vai tentar reconquistar o troféu que nas duas últimas temporadas perdeu para o Sporting em representação do Braga.

Natural de Lustosa, Lousada, Adriana Gomes tem um curriculum invejável no panorama do futebol feminino nacional e aos 25 anos já passou pelos principais clubes e foi uma das eleitas para integrar o novo projeto do SL Benfica, equipa que tem já garantida a subida ao principal escalão e na semana passada ultrapassou as quatro centenas de golos (só no campeonato entre fase regular e 2.ª fase são 339 golos marcados contra apenas 1 sofrido). Um dos grandes feitos da curta história desta equipa foi mesmo a eliminatória das meias-finais em Braga, quando venceu as líderes do principal escalão por 4-2, depois de ter perdido em Lisboa, por 2-1, num jogo presenciado por cerca de 5.000 espetadores.
Esta reviravolta permitiu a Adriana Gomes marcar presença no Jamor pela 5.ª vez na sua carreira e, curiosamente, o adversário será o Valadares Gaia, a equipa contra a qual a lousadense venceu a sua única Taça de Portugal em 2012/13 (3-1), em representação do Boavista. Antes, em 2009/10, disputou a sua primeira final, perdida na altura para o 1.º Dezembro, também pelo clube do Bessa (6-0).
Já em representação do Braga, Adriana Gomes marcou igualmente presença no Jamor para o jogo decisivo da “prova rainha” em mais duas ocasiões, tendo perdido ambas de forma ingrata  para o Sporting, pois ambas aconteceram pela diferença mínima e no prolongamento.
A atravessar um ano difícil a nível pessoal, pois jogou apenas três meses e está de momento a recuperar de uma lesão, Adriana Gomes falou do ingresso no novo clube: “Chegar àquele que é o maior clube português foi o concretizar de um sonho. Para mim foi um ano complicado, mas ainda vão ser muitas as alegrias”, disse a jogadora que mantém uma confiança inabalável no triunfo no próximo domingo: “É uma final e obviamente que é para ganhar. É certo que as adversárias vão dar muita luta, mas nós somos superiores e vamos entrar determinadas em conquistar a taça”.
Recorde-se que além dos referidos clubes, Adriana Gomes representou ainda o Freamunde, clube onde aos 9 anos começou a sua carreira e teve a sua primeira internacionalização pela seleção nacional júnior.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA