Autarcas de Lousada, Paredes, Penafiel e Felgueiras unidos na defesa do Rio...

Autarcas de Lousada, Paredes, Penafiel e Felgueiras unidos na defesa do Rio Sousa

398
0
COMPARTILHE

No dia em que se assinalou o Dia Mundial dos Rios, 25 de setembro, os autarcas de Penafiel, Paredes, Felgueiras e Lousada reuniram em Novelas (Penafiel), para apresentar o plano integrado de defesa do Rio Sousa e assinar um acordo de preservação, vigilância e recuperação da bacia hidrográfica dos quatro concelhos e de toda a sua biodiversidade.
O Plano Integrado de Defesa do Rio Sousa integra a criação de um grupo de trabalho, responsável pela monitorização e classificação da fauna e flora, um plano educativo, de sensibilização dos mais novos para a importância do rio e da sua sustentabilidade.
Em termos ambientais o município de Lousada tem sido exemplo de boas práticas e muitos são os projetos que têm envolvido a comunidade e voluntários na preservação ambiental, como são os casos do Guarda-Rios, o Lousada Charcos, o Plantar Lousada, os Gigantes Verdes e o Bioescola.
Lançado este ano o Processo Participativo da Paisagem Protegida do Sousa é um dos projetos mais emblemáticos na estratégia de proteção ambiental do município. Este projeto envolve oito freguesias e tem como propósito classificar 14% do território, permitindo criar uma área protegida que servirá para proteger a biodiversidade, mas também o património edificado e imaterial, os usos e costumes, as tradições, os produtos e serviços típicos da região.
Contudo, o Rio Sousa estende-se para montante e para jusante de Lousada e faz todo o sentido que  possa extravasar as fronteiras municipais e criando um corredor natural de enorme alcance e importância regional e nesse sentido, Pedro Machado desfiou os seus homólogos a seguir o exemplo. Na sua intervenção, o responsável do executivo lousadense defendeu mesmo expansão da rede natura como forma de salvaguardar a biodiversidade do território, mas também aceder ao financiamento comunitário, recordando que este só será elegível nas áreas protegidas.
E, é intenção da autarquia propor ao Instituto da Conservação da Natureza e Floresta (ICNF) a integração desses 14% do território na rede nacional de áreas protegidas já no próximo ano de 2020, como confidenciou recentemente, o vereador do Ambiente e Natureza, Manuel Nunes.
O presidente da Câmara de Penafiel, Antonino de Sousa, realçou a importância do Rio Sousa e a necessidade dos municípios darem forma ao conjunto de medidas que foram apresentadas e lutarem para salvaguardar e valorizarem o seu património ambiental, a sua flora e a fauna e a água, garantindo, por esta via, uma maior qualidade de vida das populações locais.
Já o presidente da Câmara de Paredes, Alexandre Almeida, cujo município faz parte do Parque das Serras do Porto exortou os demais colegas a trabalharem em articulação, referindo ao Rio Sousa como um importante ativo da região.
O presidente da Câmara de Felgueiras, Nuno Fonseca, recordou os laços afetivos que o ligam ao Rio Sousa e concordou com a ideia de que é urgente atuar em uníssono de forma a salvaguardar este importante recurso.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA