Carlos Fiolhais e Ernestino Maravalhas na Casa das Videiras

Carlos Fiolhais e Ernestino Maravalhas na Casa das Videiras

Inscrições limitadas a 40 pessoas

222
0
COMPARTILHE

No dia 16 de fevereiro, sábado, a Casa das Videiras vai ser palco de uma palestra que conta com a presença do Prof. Doutor Carlos Fiolhais, reconhecido físico, professor universitário, ensaísta e grande divulgador da cultura científica.

O Prof. Doutor Carlos Fiolhais vem a Lousada para falar sobre o tema “A ciência e os seus inimigos”, curiosamente o título de um dos seus livros, editado pela Gradiva. A iniciativa tem início marcado para as 21h30.

Na sexta-feira, dia 22, realiza-se uma nova palestra em que o protagonista é o Prof. Doutor Ernestino Maravalhas.

Este especialista em Entomologia tem vários livros e artigos científicos publicados. Tem desenvolvido trabalhos na área da biologia e biogeografia e mantém bases de dados de animais Portugueses. É ainda membro fundador do TAGIS – Centro de Conservação das Borboletas de Portugal​.

Quem pretender participar deve efetuar a inscrição, que é gratuita, mas obrigatória, em www.cm-lousada.pt/pt/casadasvideiras. As inscrições são sempre limitadas a 40 lugares, garantindo o caráter intimista das atividades, e a proximidade dos convidados com a audiência.

O Vereador do Ambiente, Dr. Manuel Nunes, destaca que “vão ser realizadas atividades com periodicidade quinzenal, no âmbito da animação ambiental para adultos e infanto-juvenil, contando com palestras com cientistas, cafés com ciência, apresentação de livros, oficinas, teatros, entre outras atividades”.

Casa das Videiras: o centro de Interpretação Ambiental de Lousada

O Centro de Educação Ambiental Casa das Videiras entrou em funcionamento no passado dia 5 de dezembro, estando localizado junto ao Parque Urbano Dr. Mário Fonseca.

Este espaço tem uma vocação lúdico-didática orientado para a realização de atividades de educação ambiental formal e informal, com o intuito de promover a proteção do meio ambiente e a sua valorização junto da comunidade, passando a proporcionar formação em matéria de ambiente e conservação da natureza a agentes educativos e aos estudantes.

A Casa das Videiras – Centro de Educação Ambiental, resulta de um investimento de 180 mil euros financiado em 85% pelo Norte2020 e FEDER.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA