Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa promove peça de teatro infantil dedicada...

Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa promove peça de teatro infantil dedicada à problemática das alterações climáticas

Durante o mês de outubro espetáculo vai percorrer escolas dos 11 municípios que integram a CIM

105
0
COMPARTILHE

A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) vai levar à cena, durante o próximo mês, uma peça de teatro infantil dedicada à problemática das alterações climáticas. Esta ação surge na sequência da elaboração do Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas no Tâmega e Sousa, documento no qual se identificam as principais vulnerabilidades climáticas desta região e as medidas a adotar com vista à minimização dos seus impactos e riscos, e cuja apresentação decorreu no passado dia 20.

O espetáculo, que será reproduzido nos 11 municípios que integram a CIM do Tâmega e Sousa, terá como espectadores os alunos dos 3.º e 4.º anos do primeiro ciclo do ensino básico, bem como os respetivos professores, procurando sensibilizá-los para a temática das mudanças climáticas.

O calendário das exibições será o seguinte: 1 de outubro, Escola Secundária de Lousada; 2 de outubro, Casa das Artes de Felgueiras; 3 de outubro, Cineteatro dos Bombeiros Voluntários Celoricenses (Celorico de Basto); 4 de outubro, Cinema Teixeira de Pascoaes (Amarante); 15 de outubro, Auditório Municipal de Resende; 16 de outubro, Auditório Municipal de Cinfães; 17 de outubro, Marco Fórum XXI (Marco de Canaveses); 18 de outubro, Auditório Municipal de Baião; 22 de outubro, Centro Escolar de Freamunde (Paços de Ferreira); 23 de outubro, local a definir em Penafiel; e 24 de outubro, Escola Secundária de Castelo de Paiva.

A peça, produzida pela companhia Leirena Teatro, tem como ponto de partida o conto tradicional Os três porquinhos, adaptando a história tradicional à problemática das alterações climáticas. Nesta nova trama, intitulada de Oink, o conflito entre os três porquinhos e o lobo é substituído pelo conflito entre os três protagonistas e o seu estilo de vida, abordando a forma como terão de se adaptar para poderem sobreviver. A par do texto dramático, a intervenção artística e pedagógica em torno da adaptação às mudanças climáticas está presente em todo o processo criativo da encenação e da construção cénica, visível nos materiais e objetos naturais usados em cena.

Esta ação insere-se no âmbito da operação Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas no Tâmega e Sousa, integrada no Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial do Tâmega e Sousa, que definiu, numa das suas prioridades de investimento, a concessão de apoio ao investimento para a adaptação às alterações climáticas, incluindo abordagens baseadas nos ecossistemas. Esta operação é promovida pela CIM do Tâmega e Sousa e cofinanciada pelo PO SEUR 2014-2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo de Coesão.

PROGRAMA

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA