Deixem-no ser Presidente, pá!

Deixem-no ser Presidente, pá!

Os artigos publicados neste espaço são da inteira responsabilidade dos seus subscritores

348
0
COMPARTILHE

Ainda as Grandiosas não tinham terminado e já se perfilhavam candidaturas para a próxima organização. Que bom é de ver que, quando já outras festividades do concelho ultrapassaram em grandiosidade as Grandiosas – passe o pleonasmo -, temos tantas pessoas motivadas para abraçar projetos tão altruístas em prol da nossa terra.
Na verdade, tem o Sr. Padre Paulo mais uma vez e novamente, uma nova missão pela frente, que é a de saber o que vai fazer… Em boa verdade, a culpa é dele – “por minha culpa, minha tão grande culpa” – porque enquanto não se souber como são os critérios de escolha para a comissão organizadora das ditas Festividades, as batalhas e guerrinhas vão ser uma constante. O próximo processo de designação será, por conseguinte, muito interessante de assistir.
Mas, para mim, já está escolhido e é Leonel Vieira! Se for preciso, sou mandatário da candidatura a despeito de saber que estou desde já dispensado de funções…
A escolha é óbvia por um único motivo: a persistência! Nunca Lousada viu, na sua história, alguém tão persistente em ser “Presidente”. Não interessa do quê; o que importa é que a denominação do cargo – que terá de ser executivo, claro está – tenha a designação tão vinculada e importante para a pessoa. Olhe-se para o céu e imaginem-se as palavras: “Leonel Vieira – Presidente da … Qualquer-Coisa-Que-Mexa”! A seguir vem o Paraíso!
As pessoas que compõem a lista também não interessam para nada… Quando vemos tantos bons exemplos de pessoas hábeis para trabalhar, a escolha é óbvia, não é? Talvez!
A verdade é que sempre houveram muitos aflitos para fazer Obras. Afinal, há muitas Obras para terminar e toda a ajuda é boa para as realizar e tornar visíveis. Obras de Deus, bem entendido! E Deus está em toda a parte…

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA