Emídio Monteiro assume presidência do Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa

Emídio Monteiro assume presidência do Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa

95
0
COMPARTILHE
[Na imagem - da esquerda para a direita: Rui Carneiro - Presidente do Conselho Fiscal do CETS e Presidente da Associação Empresarial de Paços de Ferreira; Emídio Monteiro - Presidente da Direção do CETS e Presidente da Associação Empresarial de Felgueiras; Maria Miguel Correia - Presidente da Mesa da Assembleia Geral e Presidente da Associação Empresarial de Baião; Geraldino Oliveira - Vice-Presidente da Direção do CETS e Presidente da Associação Empresarial de Vila Meã; António Novais - Vice-Presidente da Direção do CETS e Vice-Presidente da Associação Comercial e Industrial de Castelo de Paiva].

Emídio Monteiro, Presidente da Associação Empresarial de Felgueiras (AEF), é o novo Presidente da Direção do Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa (CETS) – entidade que agrega 12 associações empresariais da Região. O dirigente sucede, assim, de forma programada a Paulo Portela, ex-Presidente da Associação Empresarial de Baião (AEB). Neste IV Mandato, o cargo de Presidente da Mesa da Assembleia Geral passa a ser ocupado por Maria Miguel Correia, atual Presidente da AEB.

Segundo os princípios estruturantes do CETS, o ato eleitoral previsto nos estatutos conduziu à eleição, em lista única, do Presidente da AEF, o qual passa não só a dirigir o destino do CETS como a garantir a prossecução de uma política de alternância nos órgãos da estrutura associativa – condição esta pré-fixada à constituição do Conselho Empresarial.

Na sua primeira intervenção pública após as eleições, o novo Presidente endereçou um especial agradecimento aos seus antecessores – Luís Miguel Ribeiro, Nuno Martins da Fonseca e Paulo Portela, assim como aos órgãos diretivos: “O trabalho desenvolvido por todos foi notável em prol de uma organização que contando ainda com poucos anos de existência tem-se afirmado no panorama associativo e no apoio às empresas da Região. A sua disponibilidade e determinação foram fulcrais em todo o processo”.

Emídio Monteiro reiterou ainda que o foco da estratégia da instituição que agora lidera assenta na “Continuidade, Consolidação e Cooperação Associativa e Territorial”, essenciais para reforçar a “proximidade com os Empresários da Região e apoiar processos de internacionalização, qualificação, empreendedorismo e inovação”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA