Escalões de formação da ADL iniciaram nova época

Escalões de formação da ADL iniciaram nova época

804
0
COMPARTILHE
fznor

Arrancaram, na segunda-feira, dia 19, os trabalhos para a nova época nos escalões de formação e futebol feminino da AD Lousada.
A estrutura técnica foi alvo de reestruturação, nomeadamente na sua liderança com a chegada do coordenador Eduardo Duarte, um ex-jogador de futebol profissional em representação do Penafiel (clube onde fez toda a sua formação), tendo ainda passado por emblemas como o Amarante, Paredes, Rebordosa, Alpendorada, Barrosas, entre outros.
Mais recentemente, destacou-se como técnico de natação, contribuindo para alguns dos êxitos alcançados pelos nadadores da Lousada Séc. XXI, clube para o qual entrou desde a sua formação e ainda se mantém hoje.

Eduardo Duarte vai tentar replicar no futebol os êxitos com os miúdos da natação

Este será o primeiro projeto em que intervém ao nível do futebol de formação que tem como objetivo replicar o sucesso alcançado noutras modalidades: “Fazer crescer os nossos atletas com as atitudes mais corretas. Primeiro formar homens, como em todo no desporto é o mais importante, e depois formar atletas. Isso é algo que nunca pode estar dissociado, porque só tendo um bom ser humano se consegue um excelente atleta. Este é um projeto que não pode ser visto no imediato. Para florir tem de se dar tempo ao tempo. Vamos criar, acima de tudo, as bases para que possamos crescer sustentados, caso contrário poderá acontecer o que se vem verificando nos últimos anos. Já tem existindo grupos bons que acabam por subir, mas no ano seguinte descem novamente. Tem de haver uma sustentação de qualidade no clube”.
O Lousada tem apenas duas equipas (Juniores e Iniciados-sub-15) que conseguiram manter-se na 1.ª Divisão da AFP, enquanto as restantes estão no escalão inferior. Sobre a possibilidade e as condições de elevar todas as equipas a um nível superior, o coordenador voltou a salientar a importância da consistência, prudência e unificação: “Será possível, mas temos que dar tempo. Criar as bases para que seja um projeto sólido, porque sem elas não há maneira de solidificarmos as coisas. Se quisermos dar um passo maior do que a perna é difícil. Temos de fidelizar os nossos atletas ao clube. Temos de remar todos no mesmo sentido e criar as bases necessárias, não só de infraestruturas, porque isso felizmente temos, mas há muitas outras coisas que nós temos de ponderar e colocar em prática, porque não basta querer e preciso puder”.
Eduardo Duarte confessa que a realidade do clube mudou nos últimos anos e os muitos jogadores que pontificam nas duas equipas seniores são, claramente, uma mais-valia e um suporte para o trabalho a desenvolver nas camadas jovens: “Se o patamar superior do clube tem uma aposta forte no que é feito nas camadas jovens é uma motivação extra para todos os atletas, porque o sonho de qualquer miúdo é ter sucesso numa equipa sénior, não só no Lousada, mas em qualquer clube a nível nacional. Não pudemos ter as ambições limitados e eu quero sempre o máximo que puder alcançar para os meus atletas. Nos últimos quatro anos essa aposta foi ganha, porque os miúdos dos escalões sabem que acabam os juniores e não terminam o ciclo, pois têm uma oportunidade no clube”, concluiu, sustentando a sua tese com os exemplos que vêm dos clubes de topo do futebol nacional, onde a aposta na sua formação começa a ser prioritária.
Refira-se que o Lousada tem duas equipas por escalão, à exceção dos Juniores.

nor

EQUIPAS TÉCNICAS

Juniores (sub-19) – Ivo Damas/Miranda
Juvenis (sub-17) – Pedro Carneiro
Juvenis (sub-16) – Raúl Torres/Rhaun Braga
Iniciados (sub-15) – Rhaun Braga/Jim
Iniciados (sub-14) – Armando Pinto
Infantis (sub-13) – Freitas/Nuno
Infantis (sub-12) – Ricardo Maia/Manuel
Benjamins (sub-11 A) – Pedro Marques
Benjamins (sub-11 B) – Carlos Pedro
Benjamins (sub-10) – Valter Miranda
Traquinas A (sub-9 A) – César Gonçalo/Tiago Leite
Traquinas A (sub9 B) – César Gonçalo
Traquinas B (sub-8) – César Gonçalo
Petizes (sub 7) – César Gonçalo/Diogo Ferreira
Feminino – José Dias e Carlos Pedro

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA