Especialistas europeus avaliam transformação digital das PME do Tâmega e Sousa

Especialistas europeus avaliam transformação digital das PME do Tâmega e Sousa

99
0
COMPARTILHE

Cerca de 20 especialistas de cinco países europeus vão estar no Tâmega e Sousa durante os próximos três dias, entre terça e quinta-feira, dias 10, 11 e 12, para conhecer e avaliar a implementação de tecnologias de informação na otimização dos processos produtivos e de gestão organizacional das pequenas e médias empresas (PME) da região.

Esta visita, organizada pela Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa), insere-se no âmbito do projeto europeu DigiBEST – Digital Business EcoSystem Transformation, do qual esta CIM é parceira, e que tem como objetivo apoiar e promover a competitividade das PME através da transformação digital do ecossistema empresarial, propondo soluções que aumentem a capacidade para utilizarem tecnologias e abordagens empresariais inovadoras.

O Tâmega e Sousa é um território marcadamente industrial, exportador e capaz de integrar as melhores técnicas e as inovações mais recentes na sua oferta de valor. Com mais de 39 mil empresas instaladas, o seu dinamismo, liderado pela indústria, assenta num saber-fazer de excelência, numa cultura empreendedora e numa aposta na investigação, na inovação e na internacionalização.

Durante a visita, esta comitiva europeia terá a oportunidade de conhecer o tecido empresarial do Tâmega e Sousa, nomeadamente alguns exemplos de boas práticas no que concerne à transformação digital dos seus processos produtivos e dos seus modelos de negócio. A visita irá decorrer na terça-feira, dia 10, e na manhã de quarta-feira, dia 11.

A tarde de quarta-feira será de debate e reflexão em torno da transformação digital das PME no Tâmega e Sousa, na região Norte e em Portugal. A partir das 14h00, o Salão Nobre da Assembleia Penafidelense, em Penafiel, acolhe um conjunto de workshops, distribuídos por seis mesas temáticas, nas quais contaremos com a participação de empresários e de representantes do IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, da AEP – Associação Empresarial de Portugal, de associações empresariais e industriais, de associações de municípios, de associações de desenvolvimento local e regional, de incubadoras de empresas, de instituições de ensino superior e de centros de formação profissional.

A jornada termina na quinta-feira, dia 12, com uma reunião de parceiros do projeto, a decorrer na CIM do Tâmega e Sousa.

O projeto DigiBEST – Digital Business EcoSystem Transformation é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do programa Interreg Europe, num total de 1,14 milhões de euros. Para além da CIM do Tâmega e Sousa, integram o projeto o Ministério da Proteção Ambiental e Desenvolvimento Regional da República da Letónia, a Universidade da Letónia, a Região de Trøndelag (Noruega), a Svilluppo Basilicata SPA – Agência de Desenvolvimento Regional (Itália), a Província de Granada (Espanha) e a instituição financeira Austria Wirtschaftsservice Gesellschaft (Áustria).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA