Festejar em Paredes. Homenagem ao Divino Salvador

Festejar em Paredes. Homenagem ao Divino Salvador

Os artigos publicados neste espaço são da inteira responsabilidade dos seus subscritores

361
0
COMPARTILHE

Chegados ao verão, aproximam-se as festas da Cidade em Homenagem ao Divino Salvador, uma ocasião sempre feliz, para o convívio familiar, mas também para a celebração de todos os Paredenses.
É um misto de animação, amizade, divertimento, socialização entre os mais velhos e os mais novos, entre as associações culturais e associações desportivas que permitem que o clima que se deseja verdadeiramente apelativo.
É o que desejo todos os anos, mas com tristeza tenho vindo a reparar que a afluência de povo vai diminuindo de ano para ano.
Senti isso em 2018, e creio que se vai repetir novamente este ano, uma vez que não foram poucas as pessoas que iam conversando sobre a oferta cultural e recreativa e afirmavam que era pobre, e o que havia era o mesmo que se via nos concelhos vizinhos mas para pior, bem tentei demonstrar o contrário mas não tive sucesso.
Este ano, o programa a oferta de eventos é ainda mais fraca.
Até porque, e por mais que procurasse defender as festas da nossa cidade, não conseguia disfarçar a existência de uma bancada VIP para os membros do executivo da câmara e de militantes do PS, numa divisão clara de que não pretendia misturar – se com o cidadão comum.
Mas não foram apenas pessoas do nosso concelho ou daqueles morando noutros nos vieram visitar, foi também de registar, para desagrado de muitos daqueles que comigo assistem assiduamente à eucaristia na igreja de Paredes verem todo o executivo da Câmara Municipal na procissão solene, algo nunca visto em Paredes com qualquer outro executivo desde que me lembro de existir.
Mas tendo as festas uma base católica, alguém me poderá esclarecer quem terá sido o iluminado que de um ano para o outro alterou o símbolo da festa, e em vez da imagem da igreja colocou uma cadeira?
A festa é do Divino Salvador ou do executivo da câmara?
E para o ano, em vez da cadeira irão por um tacho?
Este exemplo vem de encontro aos meus receios, e o que de mau houve na organização das festas do ano anterior este ano será pior.
Mesmo assim, com o orgulho que tenho em ser paredense e nas suas gentes, vou estar presente com a minha família nas festas em Honra do Divino Salvador.
E numa nota final, em tempo de festa, tomei conhecimento que o Reverendo Padre Vitorino foi nomeado pelo Papa Francisco como Bispo Auxiliar da diocese do Porto.
Enquanto seu paroquiano, não posso deixar de estar grato por toda a obra que o mesmo fez em Paredes, e na forma incansável como se preocupava em ajudar o próximo.
Ficará para sempre na memória de todos, pelos 25 anos de dedicação e espírito de missão com que se entregou à Paróquia.
Bem haja, Padre Vitorino! Felicidades para esta nova fase da sua vida.

José António Pacheco,
Presidente do Núcleo da
Freguesia de Paredes do CDS

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA