Grupos Barananu, Innerville e Dan´s Revival deram início ao Festival Vila

Grupos Barananu, Innerville e Dan´s Revival deram início ao Festival Vila

Micro festival abrange para além dos habituais espetáculos, com artistas de renome, um programa diversificado dedicado à música e às artes.

76
0
COMPARTILHE

As bandas Barananu, Innerville e Dan´s Revival deram início, este sábado, ao do VILA, Lousada Art´s Music Festival, que inclui o Festival VILA e que este a ano decorre durante o mês de junho com atividades durante todos os fins-de-semana, para diferentes públicos, com o foco principal a incidir na música.

O festival integra, também, diversas artes do espetáculo a que se junta a arte urbana.

O cartaz do Festival VILA, que se realiza nos dias 28, 29 e 30, conta com nomes bem conhecidos do público nacional como David Carreira, Blaya, Dillaz, Mastiksoul, entre outros.

Xavier Nunes, do grupo Barananu, natural de Penafiel, uma das bandas que atuou este sábado, na Avenida Senhor dos Aflitos, destacou que o Vila é já um festival conhecido em toda a região que tem crescido em várias vertentes.

“O Vila é um festival que tem vindo a ganhar força nestes últimos anos até porque tem muitas vertentes e além da música envolve a arte o que numa vila como Lousada é positivo e bem maior do que acontece nalgumas cidades. Somos uma banda recente, não estamos habituados a ter todo este tipo de produção, mas foi muito positivo termos atuado na Avenida Senhor dos Aflitos. Gosto de regressar sempre a Lousada que foi a terra onde estudei e é a minha vila natal, digamos, em relação à música”, disse, salientando que o Barananu, é uma banda constituída por dois elementos de Lousada um de Espinho e outro de Penafiel.

Falando do reportório do grupo, Xavier Nunes defendeu que apesar da sonoridade mais próxima do jazz, os Barananu não têm um estilo definido.

“Não gosto muito definir o nosso estilo. Os Barananu é uma banda de estilo indefinido. Não sabemos ainda muito o que é que isto e é um desafio que lançamos ao público. Queremos que seja o público a descobrir o que este projeto e deixar para cada um a definição do que nós somos”, salientou.

Xavier Nunes avançou, também, que o grupo atuou recentemente em Vila Real, no Clube Convívio, a convite do Núcleo de Línguas da Universidade de Trás os Montes e Alto Douro, esteve recentemente em Pias, Lousada e na Faculdade de Belas Artes do Porto, por ocasião do 25 de Abril, estando a lançar um trabalho.

“Estamos em estúdio e o trabalho irá ser apresentado em breve”, concretizou.

Sobre o feedback do público ao estilo musical dos Barananu, Xavier Nunes reconheceu que o grupo tem uma sonoridade própria e vive muito do improviso.

“Estamos satisfeitos com o que temos vindo a fazer, há concertos que correm melhor e outros pior, mas somos um banda que vive muito do improviso. Temos músicas originais, mas o que temos combinado em termos musicais não vai além de um minuto. Tudo o resto é improvisado.

O Vila além do festival propriamente irá integrar o  “Rei Leão” e “PareSeres da Terra” num tributo a Rui Veloso, um espetáculo “Rei Leão”, a ser apresentado no dia 4, pelas 18h30, no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca, marcando os 20 anos do projeto “Brincando Musicando”, protagonizado pela Associação de Cultura Musical nos jardins-de-infância.

No dia 18, na Casa da Música do Porto realiza-se o concerto “PareSeres da Terra”, num tributo a Rui Veloso. O Vila apresentar todas as terças feiras há “Música na Rua” pelo Conservatório do Vale do Sousa e, às quartas-feiras, a partir das 21h30, “Música ao vivo” no Parque Urbano.

No dia 30 de junho o Closing Vila Party, no Largo do Pelourinho, encerra as atividades do mês.

Já este fim-de-semana, integrado, também,, no festival decorreu o Lousada Fashion Weekend – Summer Edition que teve como propósito a promoção do comércio tradicional com a realização de dois desfiles, um dos quais inserido no Dia Municipal da Criança.

O Lousada Art´s Music Festival irá abranger, também, o VILA no teu bar, uma festa única que ocorre em simultâneo em todos os bares do centro urbano de Lousada, a realizar no dia 14 e o  Vila Jazz  em colaboração com a Associação de Cultura Musical de Lousada.

Da programação do Lousada Art´s Music Festival destaca-se, ainda, o  Prozis Challenge, a realizar nos dias 22 e 23 de junho, com os participantes a serem desafiados a transpor vários obstáculos insufláveis gigantes no menor tempo possível.

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA