LOUSADA: Alunos de Mandarim Jardim da Bacalhoa Buddha Eden

LOUSADA: Alunos de Mandarim Jardim da Bacalhoa Buddha Eden

Iniciativa no âmbito dos cursos de aprendizagem do Mandarim promovidos pelo município de Lousada

496
0
COMPARTILHE
dav

O Município de Lousada, inserido numa candidatura da CIM Tâmega e Sousa, vai promoveu neste ano letivo que terminou, e aprendizagem do Mandarim, cujos destinatários são alunos do 2.º e 3.º ciclo.
Além do ensino da língua, são promovidas sessões culturais, com pequenos workshops de atividades culturais chinesas, como recorte de papel chinês, pintura, caligrafia, cerimónia do chá, dobragem de papel, entre outras. Todas são garantidas por professores do Instituto portugueses e chineses.
Neste seguimento teve lugar no sábado passado, dia 29, uma visita de estudo ao Jardim da Bacalhoa Buddha Eden, no Bombarral. Participaram 30 jovens, alunos das duas turmas (nível I e nível II) que foram acompanhados pela professora de Mandarim portuguesa e a nativa.
As aulas são gratuitas para os alunos e decorrem ao sábado de manhã, inserindo-se no Plano Integrado e Inovação de Combate ao Insucesso Escolar, da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, financiado pelo Norte 2020.

Alunos de Lousada em viagem à China

São vários os alunos Lousadenses, que frequentam o Mandarim, que participam no Campo de Férias com os estudantes vinculados ao Instituto Confúcio da Universidade do Minho.
Esta viagem, entre os dias 2 e 17, tem como objetivo dar a conhecer a realidade da China e a sua cultura, bem como permitir que possam experimentar um período de estudo nesse país como alunos residentes, na Universidade de Nankai, em Tianjin.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA