Lousada perde em Ermesinde

Lousada perde em Ermesinde

Pedro Vilaça lançou mais um atleta das camadas jovens, o ainda júnior Piri

518
0
COMPARTILHE

O Lousada deslocou-se a Ermesinde para defrontar a equipa local. O encontro a contar para a 31ª jornada da Divisão de Elite terminou com a derrota dos lousadenses pela diferença mínima.
Os dois conjuntos entraram em campo com perspetivas diferentes na prova. O Lousada mantém a posição confortável na tabela classificativa, enquanto o Ermesinde precisava de vencer para se distanciar da zona de despromoção. Talvez por isso, os homens da casa tenham atacado a baliza lousadense logo no início da partida e, aos quatro minutos, Max tentou o alvo, mas a bola saiu ao lado.


Com um Ermesinde pressionante e dominador, Fajó e Quim também “tentaram a sorte”, mas sem pontaria afinada. Do outro lado, os visitantes não se deixavam abalar e João Rafael também tentou o golo, mas valeu a intervenção de Pedro Martins. Na outra baliza, João Cunha também teve oportunidade de brilhar, numa eficaz intervenção ao forte remate de Max. O camisola 11 ameaçou, mas cumpriu logo a seguir com um cabeceamento certeiro com que inaugurou o marcador.
Apesar da desvantagem, o Lousada respondia com jogadas no setor ofensivo e Pedro Martins foi, mais uma vez, chamado a intervir aquando do remate, à entrada da área, executado por João António.
As investidas dos lousadenses não foram suficientes para evitar a desvantagem no marcador à ida para o período de descanso.
No segundo tempo, as condições meteorológicas agravaram e condicionaram a prática desportiva. Ainda assim, o conjunto orientado por Pedro Vilaça entrou mais autoritário e esteve perto do golo. Dani Silva tirou o cruzamento, mas Topas chegou atrasado e por pouco não empatou o encontro. Logo a seguir, foi Carlos a cabecear e Fajó a tirar em cima da linha da baliza do Ermesinde.
Do outro lado, os homens da casa tentavam aproximar-se da baliza lousadense, mas João Cunha mostrou-se sempre atento.
Nos últimos minutos da partida, o Lousada instalou-se no meio-campo contrário e tentou, de todas as formas, chegar à igualdade. Ainda assim, a bola “não queria nada” com a turma visitante, que não conseguiu, por isso, evitar a derrota.
Apesar da derrota, o Lousada manteve o oitavo lugar na tabela classificativa, com 41 pontos. Já, o Ermesinde somou 34 e está, agora, a nove pontos da zona de despromoção.

 Pedro Vilaça
“Alvo de reflexão pessoal e coletiva”

Na análise à partida, o técnico do Lousada, Pedro Vilaça, deixou duras critícas à prestação da sua equipa, que no seu entender foi muito diferente da demonstrada na semana anterior frente ao líder: “Neste jogo voltamos a um registo fraco que infelizmente já é repetido ao longo da segunda volta, resumindo-se somente com isto. Foi na minha opinião um jogo muito mau, como o tempo que se fez sentir. Neste jogo saio com a sensação de que a equipa não fez tudo o que podia para trazer outro resultado. Não é compreensível esta mudança de atitude de uma semana para a outra. Este jogo será alvo de reflexão pessoal e coletiva, pois será exigida uma postura séria e positiva para estes três jogos que faltam para terminar, e quem não demonstrar que está motivado, com vontade, e comprometido certamente não irá a jogo”.

Jogo de estreia para Piri

A partida com o Ermesinde ficou marcada pela estreia de mais um júnior na equipa lousadense. Chama-se Pedro Alves mas é conhecido, no mundo do futebol, por Piri. O avançado de, apenas, 18 anos entrou, a cerca de 10 minutos, para dar o seu contributo na equipa principal do Lousada. Há cinco épocas a representar o emblema lousadense, Piri representava a equipa dos juniores, quando foi chamado por Pedro Vilaça para treinar com os séniores. Depois de um mês a trabalhar com a equipa principal do clube, Piri estreou-se em campo na partida frente ao Ermesinde e prova, mais uma vez, a aposta do clube na formação dos seus atletas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA