Lousada – Pulseira eletrónica por violência doméstica

Lousada – Pulseira eletrónica por violência doméstica

266
0
COMPARTILHE

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas de Penafiel, no dia 12 de dezembro, deteve um homem com 38 anos, por violência doméstica, no concelho de Lousada.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, que teve a duração de cerca de uma semana, a GNR apurou que o suspeito persistia em exercer violência física, contra a sua esposa, de 35 anos, por motivos de desavenças com familiares da vítima, acusando-a de favorecimento económico aos mesmos, enquanto este se encontrava no estrangeiro, não concordando com o acolhimento dos familiares na sua residência, chegando a enviar foto de uma arma de fogo à filha mais velha, tendo a vítima entendido como sendo uma ameaça de morte, tendo sido detido perante os factos.

O detido foi presente ao Tribunal de Instrução Criminal de Marco de Canaveses, ontem, dia 13 de dezembro, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de abandono de residência, proibido de se aproximar da vítima e da residência até 1 km, controlado à distância por pulseira eletrónica.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA