Marco de Canaveses – Prisão preventiva por violência doméstica

Marco de Canaveses – Prisão preventiva por violência doméstica

83
0
COMPARTILHE

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas de Penafiel, no dia 27 de novembro, deteve um homem com 59 anos, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Marco de Canaveses.

Na sequência de uma investigação, os militares apuraram que o suspeito, casado, manteve uma relação extraconjugal com a vítima, uma mulher de 55 anos, e que durante 23 anos a humilhava, a inferiorizava e a ameaçava de morte, demonstrando sempre um comportamento obsessivo e controlador. A vítima colocou termo à relação no mês de setembro, mas, não aceitando o fim da relação extraconjugal, o suspeito começou a perseguir a mulher de forma insistente, sendo que, numa das investidas, tentou atropelá-la, para depois a agredir violentamente na via pública. Posteriormente, ainda recorreu a ameaças de morte por telemóvel, caso a vítima não reatasse o relacionamento. Perante os factos, o suspeito foi detido mediante cumprimento de um mandado de detenção, tendo sido realizadas duas buscas domiciliárias e uma em veículo, tendo sido apreendidas duas caçadeiras e dois telemóveis.

A vítima necessitou de receber tratamento médico, numa unidade hospitalar, devido às lesões sofridas.

O detido foi presente, ontem, dia 28 de novembro, a 1º interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Marco de Canaveses, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA