Nas Bordas

Nas Bordas

Os artigos publicados neste espaço são da inteira responsabilidade dos seus subscritores

223
0
COMPARTILHE

O PSD da União de Freguesias de Alvarenga, Nogueira, Pias e Silvares sentiu-se e veio a terreiro tentar justificar políticas e práticas dos últimos anos.
Ao que parece, agora os 21 mil euros de gasóleo em 2018 tem duas razões. Segundo eles, a primeira é que a Junta tinha uma dívida de gasóleo, ao que parece, de 4/5 mil euros, relativa a 2017. A primeira desculpa é, por si só, motivo de preocupação, já que arrastar assim dívidas de um ano para o outro não costuma ser sinal de boa gestão. Mas agora, a segunda desculpa apontada, é anedótica… dizem que só se gasta mais que outras freguesias porque se não recorrem a Serviços Externos nem se Terceirizam os transportes. O problema é que a questão nem é só essa… Se este executivo gasta anualmente 16/17 em gasóleo, podemos fazer contas:
€17.000,00 de gasóleo.
€ 1,40 – média do preço do gasóleo em 2018 – https://www.maisgasolina.com/estatisticas-dos-combustiveis/
O consumo de uma Ford Transit ronda os 5 litros por cada 100 km nas novas motorizações. Mas pode-se tentar fazer a conta com outros consumos. Eu vou fazer com um consumo de fábrica.
Então: No ano de 2018, é previsível que tenham sido feitos consumidos cerca de 12.143 litros de gasóleo o que significam cerca de 242.857 km percorridos. Estamos a falar de 347 viagens de ida e volta entre Lousada e Lisboa em quase todos os dias do ano (os jovens da nossa freguesia fazem muitas visitas lá…)
Pior é que, percorrer 242.857 km à velocidade máxima permitida nas localidades (portanto, sempre a 50km/h), faz com que tenham sido despendidas pelos menos 4.857 horas por parte dos condutores. São 607 dias de trabalho de 8 horas diárias. É preciso continuar com as contas para vermos onde isto vai chegar? Alguém quer continuar com a matemática para ver o quão mal explicado isto está? Talvez o PSD possa vir esclarecer as contas e quanto gasta com os condutores de tantas horas…já agora…
Em Alvarenga todos já percebemos que a aposta na freguesia, ao longo destes anos, se resume a limpar bordas e pouco mais… Agora ficamos a saber que o grande investimento da Junta é em Gasóleo. Com tanto diesel, qualquer dias já chegamos à Lua sem nos apercebemos!

João Correia

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA