O Povo Unido é mais humano

O Povo Unido é mais humano

23 anos depois de um trágico acidente, comunidade uniu-se para restituir a liberdade a Claudino Vieira

1320
0
COMPARTILHE

Para se construir um mundo melhor, mais justo e humano não são necessários grandes feitos e é com pequenos gestos envolvendo aqueles que nos rodeiam que se começa a fazer a diferença. Foi o que aconteceu na freguesia de Macieira, em Lousada, onde um grupo de pessoas se uniu para oferecer a um membro da comunidade uma melhor qualidade de vida e restituir-lhe a mobilidade que um trágico acidente roubou.
Claudino Vieira, atualmene com 55 anos de idade, trabalhava na indústria hoteleira no Algarve. No dia 22 de setembro de 1996, um domingo, regressava a casa de comboio que fez uma breve paragem entre Portimão e Lagos para fazer cruzamento com outra máquina que vinha em sentido inverso. Quando tentava regressar à carruagem, falhou o degrau, caiu na linha e o comboio passou por cima das duas pernas.
No passado sábado, 2 de outubro, 23 anos depois do acidente, Claudino Vieira teve uma agradável surpresa quando chegou ao café que habitualmente frequenta. Um grupo de amigos aguardava-o para um lanche/convívio e para o presentear com uma scooter elétrica.
Visivelmente emocionado e feliz, Claudino Vieira, explicou as grandes mudanças que este pequeno veiculo irá trazer à sua vida: “Estou muito feliz. Agora serei mais autónomo, já posso ir para qualquer lado sem estar dependente de boleias. Posso ir para Lousada, às consultas e não preciso de chamar o táxi. Posso visitar os amigos e ir ao café sem grandes problemas”.
Com o sentimento de gratidão expresso no rosto, destacou ainda que a solidariedade e amizade são dois valores para os quais não existe uma tabela de preços: “Como se costuma dizer, quem tem amigos não morre na cadeia. Graças a Deus tenho muitos amigos em Macieira que me fizeram esta grande surpresa numa iniciativa do grande amigo Quim Berto. Agradeço a todos os que colaboraram. O peditório durou pouco tempo e o dinheiro chegou e ainda sobrou algum”.

 

Claudino foi presenteado com uma scooter e uns óculos graduados

Esta campanha teve como promotor Alberto Joaquim Santos da Cunha, um empresário da construção civil, conhecido por Quim Berto na freguesia: “De há uns tempos para cá o Claudino frequentava mais este café e começamos a ganhar mais confiança. Devido ao seu handicap demorava cerca de 1h30m para fazer 800 metros (com as muletas) e era uma situação que me deixava pena. Falei com os amigos aqui do café para organizarmos esta iniciativa de lhe comprar uma scooter. Com a amizade e com a compreensão do povo todo, conseguimos angariar a verba suficiente”, esclareceu o empresário, revelando que juntou 2.200 euros, dos quais sobraram 200 euros que foram também entregues, num envelope, ao amigo beneficiário que recebeu ainda um outro presente de que necessitava: uns óculos, oferta da ÓticaCentral que assim também se associou à campanha.

Em apenas 15 dias campanha juntou 2.200 euros

Até para a realização da festa/lanche o povo e as empresas se uniram com a oferta dos bens necessários, desde o Talho de Macieira à padaria Mira Torre e outros: “Toda a gente trabalhou bem, consoante as suas posses. Esta é a prova de que se trabalharmos um bocadinho em prol dos outros e cada um oferecer um pouco do que tem, poderemos ajudar muita gente”, disse o empresário que se mostrou motivado para dar continuidade a outras iniciativas do género: “Isto não é caso único e esta iniciativa é o principio de uma série que todos podemos fazer. Em principio não vai ficar por aqui. Sou de Macieira e quem me conhece sabe que sou bairrista. A vida tem-me corrido bem, Deus tem-me ajudado e eu tento contribuir, juntamente com o povo, para ajudar estas pessoas, que infelizmente, querem melhorar a sua vida mas não podem. Que outros façam este tipo de iniciativas que estamos cá todos para ajudar, seja nesta freguesia ou noutras”.
Filho de emigrantes, Quim Berto nasceu em França, país ao qual regressou mais tarde e onde hoje tem também empresas do ramo da construção a laborar. Apesar de mostrar-se confiante na solidariedade dos macieirenses, o próprio ficou surpreendido com a rapidez que conseguiram reunir a verba necessária: “Sabia que o povo daqui é bairrista e gosta de ajudar, mas sinceramente pensei que ia demorar mais tempo. Marquei a entrega para este dia sem saber se o dinheiro ia chegar, mas felizmente até ultrapassou. A amizade e a solidariedade que temos de ter para com todos é sempre a base para lançar o primeiro passo. Hoje foi o Claudino, amanhã posso ser eu, um irmão, um pai. Hoje não preciso, e é verdade que a vida me tem corrido, mas não sabemos o dia de amanhã”.
A lista das empresas e particulares que contribuíram pode ser consultada no final desta notícia. Quim Berto fez questão de a divulgar para publicamente fazer o agradecimento, referindo que “para mim, quem deu pouco ou muito, estão todos ao mesmo nível, pois o que conta é a intenção e estão todos de parabéns”.

Lista de Pessoas que Contribuíram

Cubos Elegantes – Construção Civil Unipessoal, Lda
António José Mesquita, Lda – Materiais de Construção
Materias de Construção e Decoração Ernesto & Leão
Bruno Ferreira Alves Unipessoal, Lda
Elegância Pronto a Vestir – Lousada
António Fernando do Couto Machado – Electro Tony – Instalações Elétricas
José Joaquim Pinto da Silva – Picheleira José Silva
Paula Costa – Contabilidade
Lousaplaco Unipessoal, Lda
Carpintaria Valentim Bragança Unipessoal, Lda
Precioso & Válido, Lda
Emídio & Alvarez Subcontratas, Lda
Daniel Soares – Live Car´s
Ana Couto – Clothes and Beauty
Restaurante São Gonçalo
Café Paulo Santos
Vitor Pinto – Serralharia
Carminho – Bom Preço
José João Borges da Cunha – Cantinho do Zé
Rei dos Bolinhos
José Cunha
José Joaquim da Cunha
Eduardo Passeira
Maria Vieira
Joaquim Soares
José da Cunha Bessa
Maria Emília Carvalho
Sr. Abílio do Porto
Amélia Pinto
Elsa Meireles
Albino Costa
José António Moreira Tomás
Carlos Sampaio
Abel Sousa
Júlio Campos Pereira
Francisco Campos Pereira
Fabiana Sousa
Manuel Augusto Dias Pinto
Fernando Magalhães
António Manuel Cunha
Diogo Moreira
Hélder Cunha
Flávio Sousa Pinto
Alexandre Ribeiro
Lemos Cunha
João Borges
Fernando Martins
Paulino Borges
Adelino Ferreira
Luís Rocha
Miguel Tomás
José Pereira
Joaquim Pereira
Ricardo Pereira
Carlos Jorge Melo Galvão
Moisés
Fernando Martins (Trincachicla)
Reinaldo Moreira
Maria Emília da Cunha
Maria Faria
Sr. Machado
Luís Carlos
Humberto Teles
Paulo Santos
Joaquim Santos
Paulo Vieira
Tiago Cunha
José Filipe Teixeira Ferreira
Paulo César Ribeiro Cunha
Mário Soares (Eusébio)
Rui Cunha
Rui Teixeira
Fernando Silva
Conceição Moreira
Paulo Ferreira
António Amarelo Cunha
Abílio
Miguel Cunha
Agostinho Couto
Rui Moreira Teixeira
Filipe Pinto
Eduardo Oliveira
Rogério Silva
Conceição dos Santos Cunha
Zé Emílio Pinto
José da Silva Morais (Zé Capote)
Rui Casimiro Moreira Fernandes
Júlio Ferreira dos Santos
Abílio da Silva Ferreira
Alberto Morais da Silva
António Fernando Ferreira
João Manuel Gouveia da Cruz
Joaquim Salvador Rocha Soares
Fernando Costa Silva
José Manuel de Sousa Moreira
António Selamaca Embalo
Alexandre Fernando da Silva Ribeiro
Zé Manel Bessa
Sérgio António Pereira Martins
José Pinto
João Ferreira
Preto
Tó – Vera Cunha
Carla Macedo
Nelo Morais
Tiago Santos
Carlos Manel Ferreira
Sr. Castro
Manuel Lagoas
António Fernando Magalhães
Maciel Ribeiro
Marlene Pinto
Augusto Pereira
Manuel Mendonça Martins

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA