Presidente da Câmara de Lousada defende que redução de tarifas vai trazer...

Presidente da Câmara de Lousada defende que redução de tarifas vai trazer ganhos acrescidos para famílias

Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos prevê , também, aumento da oferta dos serviços de transportes públicos.

526
0
COMPARTILHE

O presidente da Câmara de Lousada defendeu, em Lousada, à margem da apresentação do processo de gestão da paisagem protegida do Sousa Superior, que os agregados familiares vão ver as suas poupanças aumentar com a entrada em vigor do Plano da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, no âmbito do Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos (Part).

“A CIM do Tâmega e Sousa vai beneficiar deste programa que vai ter reflexos muito significativos nos orçamentos familiares, sobretudo, para quem é utilizador dos transportes públicos. As pessoas que trabalham no Porto vão ter reduções na ordem dos 50% ou mais”, disse, salientando que a entrada em vigor do programa vai implicar um esforço do Estado e dos municípios que vão ter de alocar recursos para o efeito.

“É uma medida justa e de valorização para descarbonizar os transportes públicos e do ponto de vista ambiental mais do que necessária. É uma boa notícia para a região”, expressou.

Refira-se que o Primeiro-Ministro, António Costa, participou, recentemente, em Baião, na cerimónia de apresentação do Plano de Redução Tarifária da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa), num evento que contou com a presença do Ministro do Ambiente e da Transição Energética, o Secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade, o Secretário de Estado das Infraestruturas, bem como os autarcas dos 11 municípios que compõem a CIM do Tâmega e Sousa.

O Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART) da CIM do Tâmega e Sousa tem como metas reduzir as tarifas nos transportes públicos coletivos e potencia a oferta dos serviços de transportes.

Com a entrada em vigor do PART, a CIM do Tâmega e Sousa vai disponibilizar aos utentes dos transportes coletivos o “Passe CIM do Tâmega e Sousa”, assim como a criação de um título de 10 bilhetes pré-comprados com uma redução tarifária de 50%.

Nos passes urbanos, o custo máximo será de 20 euros, os passes municipais custarão 30 euros e nos passes Intermunicipais/Inter-regionais esse  custo situa-se nos 40 euros.

O PART da CIM do Tâmega e Sousa prevê um aumento da oferta de serviços de transporte público, através do projeto-piloto “Rede Tâmega e Sousa – PART”, que vai permitir uma otimização da rede de transportes públicos rodoviários entre as sedes dos municípios e o Hospital Padre Américo, em Penafiel, e interligação com a rede de transportes coletivos ferroviários.

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA